Como não cair em papo de vendedor

By | June 25, 2012

Um dos principais motivos de reclamação por parte de nós, consumidores, são as entrelinhas que muitos vendedores omitem no momento da oferta e que nos trazem dor de cabeça depois.

No artigo Título de capitalização não é investimento!, falei que muitas pessoas tem dificuldade de lidar com um bom vendedor e acabam fazendo péssimas escolhas.

Como sempre fui extremamente cuidadoso antes de comprar qualquer coisa (mas mesmo assim já tive experiências ruins), queria compartilhar algumas dicas do que eu faço para não cair em papo de vendedor:

1. Veja se o produto atende às suas necessidades

A primeira coisa que você deve fazer é entender o que o produto oferece e pensar se reamente precisa daquilo. É uma necessidade ou é algo que poderia ser descartado?

No momento em que o vendedor estiver falando das “maravilhas” do produto, ignore frases como “você precisa”, “tem muitas vantagens”, “é só hoje” etc.

Caso a oferta não seja do seu interesse, termine a conversa o mais rápido possível. Há pessoas que acabam comprando pela insistência do vendedor, mesmo que não precisem do produto.

2. Pergunte o preço final que irão lhe cobrar

Essa é uma das perguntas mais importantes que devem ser feitas, pois é muito comum haver outras taxas que o vendedor não fala e que você só ficará sabendo na hora de pagar ou até depois do pagamento.

Eu já passei por isso e acredito que muitos também tenham tido essa péssima experiência. Por isso, sempre confirme se o preço oferecido é realmente o que irão cobrar de você.

3. Confira o prazo de vigência

Isso é válido para planos de assinatura como, por exemplo, TV a cabo, celular, revista etc.

Saber por quanto tempo terá o serviço é tão importante quanto o preço que irá pagar, pois, em alguns casos, a combinação dos dois faz o produto não valer a pena.

4. Use os concorrentes a seu favor

No artigo 5 pecados financeiros que você deve evitar, mencionei a importância de pechinchar e nunca aceitar o primeiro preço que lhe oferecem.

A melhor forma para negociar é usar os concorrentes a seu favor. Por isso, faça uma breve pesquisa de preços e peça desconto mostrando as outras ofertas que lhe ofereceram. Isso lhe dará muito mais poder de barganha.

5. Faça um resumo de tudo aquilo que foi falado e confirme com o vendedor

Para garantir que você entendeu tudo e evitar surpresas indesejadas, repita todas as informações que foram passadas das etapas 1 a 4 e confirme novamente com o vendedor.

Dessa maneira, é menos provável que algum detalhe importante passe batido.

6. Não compre na hora

Compras por impulso raramente são bons negócios. Agora que você tem todas as informações necessárias, repense se realmente precisa daquilo e como isso irá afetar o seu orçamento.

Não seja um devedor profissional*.

 

*Devedor profissional é aquele que paga caro por algo que não precisa e se endivida ainda mais com os juros das contas que não conseguiu pagar.

(É minha definição, não tem nada de literário!)

 

Esclarecimento: Não tenho nada contra vendedor. O objetivo deste post é alertar as pessoas da importância de se entender todos os detalhes de uma oferta e evitar compras por impulso.

 

Foto: FreeDigitalPhotos.net

 

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *