Falar bem não é falar difícil

By | October 22, 2012

Caros leitores,

Gostaria de iniciar este artigo focando na sinergia entre um tema pertinente no mundo corporativo e a estratégia que obstaculiza a apreciação da importância de uma ação efetiva para a otimização do processo comunicativo.

Como cansa escutar alguém que fala difícil, não é mesmo? O pior é que algumas pessoas acreditam, equivocadamente, que usar palavras difíceis demonstra mais inteligência ou competência. Veja aqui um “criador de discursos” que irá ajudar você a enrolar uma multidão por horas e não falar absolutamente nada.

Infelizmente, muitos confundem a arte de falar bem com o famoso “embromation” e transformam uma sentença simples em um bicho de 7 cabeças.

É verdade que, dependendo da situação, realmente é preciso utilizar um vocabulário mais técnico para passar a mensagem correta, mas isso deveria ser feito com moderação e não de forma exagerada como vemos nas empresas.

Encontrei um vídeo (em inglês) muito legal que mostra como a comunicação poderia ser mais efetiva se as pessoas deixassem os jargões de lado e utilizassem um vocabulário mais simples e compreensível à todos. Veja abaixo:

Observação: Caso tenha dificuldades para escutar o inglês, é possível incluir legendas no vídeo.

 

Fonte: Ted.com

Foto: FreeDigitalPhotos.net

 

One thought on “Falar bem não é falar difícil

  1. Eduardo C.

    hahahaha esse vídeo é muito bom, e retrata uma tendência que eu acredito que está decaindo, que é essa mania de falar difícil. As pessoas estão buscando a simplicidade cada vez mais, e isso é ótimo para facilitar a comunicação, tanto no mundo dos negócios, como nas relações com os amigos mesmo.

    Reply

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *