Por que troquei as franquias baratas pelo marketing digital

Franquias baratasHá 2 anos, quando eu estava extremamente infeliz no meu emprego e sofrendo com problemas de saúde, decidi que queria ter o meu próprio negócio porque não queria passar o resto da minha vida dependendo de uma outra pessoa para receber o reconhecimento que merecia e realizar os meus sonhos.

Acho que uma das piores sensações que existem é dar o sangue pelo trabalho e, muitas vezes, até sacrificar a vida pessoal para fazer mais do que pedem, mas ver que o seu chefe está pouco se lixando.

No máximo, ele diz um “Obrigado” e pronto, acha que este é um reconhecimento adequado pelo bom trabalho. Provavelmente, você deve se identificar com esta situação, não é mesmo?

Sabe qual é a parte mais triste desta história?

Mesmo diante disso, a vasta maioria se acomoda, acha que a vida é assim mesmo, reclama o dia inteiro e fica apenas sonhando por algo melhor enquanto sofre de depressão todas as segundas-feiras.

Será que é preciso viver como um robô por décadas até a aposentadoria e, só à partir daí, aproveitar a vida e ser feliz?

Será que não há uma forma de ter controle sobre a própria vida e ser feliz ontem, hoje e amanhã?

Eu decidi que criaria este caminho ou morreria tentando.

 

1º tentativa: Abrir uma franquia barata

A primeira ideia que surgiu foi pesquisar franquias baratas que tinham um custo total de até R$60.000. Este era o valor máximo que estava disposto a arriscar nesse início de jornada.

Depois de muita pesquisa, acabei decidindo por abrir uma franquia do Nosso Bar, uma espécie de Série B do Bar Brahma.

Existem várias franquias baratas nos mais diversos segmentos, mas é preciso tomar cuidado para não tomar uma decisão precipitada olhando apenas o custo baixo. Você precisa se identificar com o negócio.

Depois de assinar o pré-contrato e pagar R$15.000 de taxa inicial, surgiu um grande obstáculo: estava muito difícil encontrar um ponto comercial dentro das minhas expectativas e que fazia sentido para a franquia.

A última coisa que queria era trabalhar muito e ver todo o lucro sendo sugado pelos custos altos do imóvel.

Enquanto os funcionários da franqueadora me ajudavam nessa busca, eu já estava com um plano B um tanto inusitado: resolvi pesquisar no Google sobre marketing digital porque já tinha ouvido histórias de blogueiros que ganhavam muito dinheiro com blogs, vídeos etc.

Veja aqui uma reportagem que fala sobre blogueiras de moda que ganham muito dinheiro trabalhando em casa e outra aqui sobre um jovem de apenas 22 anos que ganha dinheiro no Youtube e já comprou o próprio apartamento.

Isso me fascinou não só pelo dinheiro que ganhavam, mas também pela qualidade de vida que tinham, afinal, trabalhar em casa e poder ter mais tempo com a sua família e amigos é o desejo de todo mundo.

Se eu abrisse um bar, jamais teria essa liberdade.

Por isso, o que antes era motivo de orgulho, agora não fazia mais tanto sentido:

Franquia Nosso Bar

 

O início da minha carreira no marketing digital

Franquias mais baratasResolvi aproveitar essa dificuldade para achar um ponto comercial viável e desisti de abrir a franquia. Eu tinha lido todo o pré-contrato com muita atenção e já sabia que, no meu caso, iriam reembolsar 85% do valor da taxa que já havia pago.

Com esse dinheiro investi em conhecimento para entender melhor sobre esse mundo do marketing digital e, ao contrário do que muitas pessoas acham, não é preciso nascer com um dom especial para ter sucesso, basta ter vontade e colocar a mão na massa porque as oportunidades são ilimitadas.

Existem muitas maneiras de ganhar dinheiro com marketing digital: criação de sites, blogs, canal no Youtube, venda de ebooks, cursos online, publicidade direta etc.

Uma das maiores vantagens de ser um empreendedor digital é que o custo inicial e os custos mensais são extremamente baixos já que não é preciso alugar um ponto comercial, nem gastar com reforma, estoque etc. O seu negócio fica na internet e o melhor: aberto 24 horas.

Hoje, alcancei uma renda líquida que jamais teria conseguido tanto no meu antigo emprego quanto na franquia e desfruto de um estilo de vida que a maioria sequer sabe que é possível.

Trabalho de casa, de pijama, faço o meu próprio horário e recebo 100% do reconhecimento sobre os projetos bem sucedidos. Houve momentos em que a minha renda dobrava todo mês.

Como é um assunto muito extenso, recomendo que leia todo o blog começando pela Home (mostro uma parte dos meus ganhos) e acesse o Guia do Iniciante, uma série gratuita de vídeos onde explico alguns conceitos básicos de marketing digital.

E antes que fique desconfiado, quero deixar claro que NÃO estou falando de nenhum “esquema”, “oportunidade única” ou qualquer outra porcaria que já tenha visto na internet.

Para entender melhor esse novo mundo que você está prestes a conhecer, o único jeito é ler o blog! 😉

 

 

Imagens: freedigitalphotos.net