Não vale a pena ter casa na praia!

By | August 8, 2012

Depois de realizar o grande sonho de comprar a casa própria, muitos brasileiros desejam ter uma casa de veraneio, seja na praia ou no campo.

Eu sempre fui muito cético com relação a isso e vou mostrar o por que acho que não vale a pena comprar uma casa na praia:

Aquisição (R$285.000)

Fiz uma breve pesquisa na internet e um apartamento usado de 70 metros quadrados na praia da Enseada (Guarujá – SP) custa em torno de R$270.000. É uma região boa do litoral, mas está longe de ser um reduto de milionários. Diria que é onde uma pessoa “normal” teria condições de comprar.

Esse preço é de um imóvel mobiliado, mas é muito provável que você tenha gastos para fazer pequenas reformas, trocar o sofá ou a mesa etc. Não seria nada absurdo dizer que você gastaria em torno de R$15.000 para deixar a casa do seu jeito.

Manutenção (R$1.000 por mês)

Todo imóvel gera gastos com manutenção como impostos, possíveis reparos e, principalmente, uma pessoa responsável pela limpeza do local. Não seria nada agradável (nem higiênico) deixar a casa abandonada por meses. Se estiver dentro de um condomínio, terá despesas adicionais.

É razoável dizer que o gasto mensal com manutenção seria algo em torno de R$1.000 por mês.

Quantas vezes você usará a casa ao longo do ano?

Mesmo sendo otimista, dificilmente você passará 2 meses inteiros na sua casa de praia. Considerando que fique 1 mês de férias e vá, pelo menos, 1 final de semana por mês, você não completará 60 dias de estadia na sua casa.

Sendo realista, diria que pouquíssimos teriam disposição para ir à praia todo mês.

Se ao invés de comprar o imóvel, você investisse o dinheiro

Supondo que você coloque o dinheiro do imóvel (R$285.000) na poupança e tenha um rendimento de 0,5% ao mês, o investimento lhe renderia R$1.425 mensais. Ao longo de um ano, você teria juntado R$17.100 só com o rendimento, sem qualquer esforço ou preocupação.

Com R$17.100, você poderia:

1. Fazer uma viagem de família (4 pessoas) para qualquer lugar do Brasil, com muito conforto ou;

2. Fazer uma viagem de casal aos EUA ou Europa, aproveitar todos os passeios e comprar muitas coisas ou;

3. Comer todos os dias durante 1 mês nos melhores restaurantes de São Paulo, etc.

Resumindo: O rendimento do valor investido lhe permitiria realizar muitos outros desejos e extravagâncias.

Mas dinheiro não é tudo…

Existem fatores psicológicos e emocionais que influenciam as nossas decisões. A realidade é que há muitos outros motivos, além do financeiro, para alguém fazer questão de ter uma casa na praia.

Por exemplo, a pessoa pode ter passado a infância naquela região e a casa é uma forma de relembrar os momentos que viveu e reencontrar antigas amizades ou ela recebeu a casa de herança e é um bem familiar etc.

Há coisas na vida que, simplesmente, não tem preço.

Conclusão:

Do ponto de vista financeiro, não há duvidas de que não vale a pena comprar uma casa na praia. Caso ainda tenha dúvidas, clique aqui para ver uma matéria de um especialista falando sobre o assunto.

Entretanto, sabemos que o lado emocional é decisivo para muitas pessoas e, mesmo sabendo que não compensa financeiramente, pagam para se sentirem satisfeitas ou por mera questão de status.

Diante de tudo isso, a minha opinião é a seguinte: Se você é uma pessoa muito rica e todos esses gastos não fariam nem cócegas na sua conta bancária, vá em frente e sinta-se feliz de poder ter uma casa de veraneio para tirar férias, emprestar a amigos etc.

Porém, se você é um assalariado “normal”, que se dedicou muito para comprar a casa própria e agora está com um dinheiro sobrando, o melhor a fazer é investir e usar os juros para realizar os seus desejos. Assim, você não irá comprometer a sua renda com custos fixos desnecessários e ainda poderá aproveitar muito bem as suas férias.

 

Foto: FreeDigitalPhotos.net

 

8 thoughts on “Não vale a pena ter casa na praia!

  1. Mauricio

    Antes de mais nada parabens pelo blog!!

    Só um comentario a respeito dos seus calculo da renda anual gerada pelos 285M. Acho q seria mais justo considerar um rendimento do principal menor do que os 0,5% devido a inflacao e queda de juros. A NTNB15 esta pagando ipca +2,85% por exemplo. Estes 2.85% geram uma renda anual de 8.100 ou mensal de 670.

    Isso diminui um pouco a diferença mas realmente tem que ir mto a praia para valer a pena.

    Uma alternariva que vejo eh dividir custos de uma casa de praia em familia!

    Reply
    1. Byong Kang

      Mauricio,

      Obrigado pelo comentário!

      Você tem um ponto importante e também acho que considerar os juros reais seria o mais certo para os cálculos.
      Eu simplifiquei um pouco para facilitar o entendimento às pessoas que não tem conhecimento mais avançado em finanças.

      De qualquer forma, realmente não vale a pena ter casa na praia. Eu prefiro pegar esse dinheiro e viajar para lugares diferentes todo ano!

      Abraço!

      Reply
  2. Vitor Silva

    Byong,

    Ha outros fatores positivos em ter uma casa de praia não mencionados por você que faz valer a pena sim ter uma casa na praia.

    O proprietario de uma casa de praia em locais valorizados e com bastante demanda de turismo, pode alugar a casa por excelente valor em periodos que vai do natal até Carnaval e fazer a grana que não só pague os custos de manutenção do ano todo, bem como benfeitorias e ainda sobra uma quantia suficiente para viagens neste periodo alugado ja que ele não poderá usufruir da casa.

    Alem do que o bem pode em alguns casoss estar se valorizando bastante a cada ano que passa. Lembre-se que não só no Brasil, mas no mundo todo, o m2 na costa litoranea é valorizado.

    Abraço

    Reply
    1. Byong Kang

      Vitor,

      Obrigado pelo comentário!

      Comprar uma casa na praia em uma região valorizada e com bastante demanda de turismo também se reflete em custos maiores. Primeiro porque a casa em si será precificada de acordo com a média da região (ou seja, pagará mais) e as exigências dos turistas que frequentam regiões nobres também são maiores, ou seja, toda a estrutura da casa também terá que ser de melhor qualidade, o que pode significar mais gastos com reformas, mobílias etc.

      Concordo que a casa pode ser alugada em feriados, mas acho pouco provável que o rendimento seja suficiente para pagar os custos do ano inteiro e ainda sobrar dinheiro para que o proprietário faça uma viagem.

      Além disso, obter renda por meio de aluguel resulta em pagamento de IR. Por outro lado, se a pessoa física investisse o dinheiro em um fundo imobiliário, ela seria isenta de IR, além de diluir o risco em diversos imóveis comerciais, que tendem a ter uma rentabilidade maior que imóveis residenciais.

      Como você pode ver, há inúmeros fatores para se considerar! Colocando tudo isso na ponta do lápis, a minha opinião continua sendo que não vale a pena! Mas é claro, há controvérsias, principalmente, pelo fator psicológico.

      Abraço!

      Reply
  3. Johnny

    Parabéns pelo blog, conheci hoje e já li algumas matérias interessantes. Muito Boa Análise! Concordo com você na matéria e nos comentários Byong, realmente não vale a pena financeiramente. As controvérsias são totalmente psicológicas.
    No caso que você cita, onde a pessoa já possui um imovél e quer adquirir um num local tranquilo no campo ou praia não vale a pena se residir menos de 2 meses no local durante o ano. Porém se você realizar uma atividade financeira no local e residir na casa por pelo menos 6 meses a relação custo/benefício pode ser aumentada. Você não analisou muito o caso da “casa de campo” que foi citada no começo, onde no caso de querer passar só alguns dias na casa de campo, temos a possibilidade de exercer atividades agrícolas. Vai uma sugestão: você poderia fazer uma postagem que fizesse um resumão sobre investimento agrícola no Brasil nas diferentes regiões, não sei se esse assunto é do seu interesse…
    Até mais!

    Reply
  4. fernanda

    Respeito todos os comentários, tenho casa no litoral norte, e amo ir prá lá, pq tenho liberdade total, moro e trabalho em SP, estou próxima a aposentadoria e pretendo me mudar para essa casa do litoral. Não por isso, deixo de viajar pelo Brasil ou ao exterior, e olha que não sou rica, mas não passo aperto. tb não pretendo guardar $$ para deixar como herança para parentes folgados … kkkk, sim, pq o PIOR de ter casa na praia é o fato de parentes e amigos, que tem condições ter casa no litoral, acharem que sou obrigada a chama-los todos os feriados e verão, nunca me obriguei a isso, quem gosta de praia ou tenha casa ou fique em hotel. Para se manter uma casa no litoral deve-se ter em mente qto se pode gastar em manutenção, e comprar consciente. Ah … tenho apto no Guarujá (praia que detesto), alugado, com esse $$ comprei minha casa no litoral norte. Pode comprar e alugar qdo não se usa. São investimentos, sim, ano que vem aposento e coloco td a venda, menos minha casinha de Ubatuba, claro. A maioria das pessoas não querem gastar mas adoram ficar hospedados gratuitamente na casa dos outros, para sustentar os outros não vale a pena ter casa na praia.

    Reply
  5. Marcelo

    Fernanda perfeito teu comentário , quanto ao lado emocional citado pelo autor também perfeito afinal o mesmo afirma estar no estilo de vida que sempre quis e isto se não tiver emoção o famoso ” tesão” é pura balela então a Nero o que é de Nero e á Deus o que é de Deus, meta é uma coisa pessoal e eu não troco minha casa no condomínio morada na praia por quase nada no mundo pois investi em mim meu maior patrimônio e como disse a Fernanda quem quiser algo de mim que seja durante a vida e em amor e não estás pessoas que adoram dizer que é besteira ter casa de praia mas não dispensam um role na faixa do amigo rs. Quem tem tem mais é que filtrar os folgados , a maioria , e fazer como eu e apreciar as conquistas de uma vida plena pois trabalho para gastar comigonpois juntar para o banco somente to fora. A fórmula é simples trabalho e me esforço mais e sobra para viajar, juntar e tudo mais. Quero ser , não vou esperar ser como o Borges que só descobriu que estava morrendo quando não dava mais para ter a vida que deveria ter levado!

    Reply
  6. maria

    Parabéns, tenho uma casa, na qual ja morei e quando as crianças eram pequenas iamos tudo final de semana, passaram os anos e dificilmente vamos. Hje a vizinha que toma conta me ligou falando que uns pivetes invadiram. Realmente, agora vejo wue não vale a pena ter casa de praia

    Reply

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *