O mundo dos processos seletivos – Parte 1

By | March 16, 2012

Leia mais sobre os relatos de um ex-participante (e aprovado!) de processos seletivos de estágio e trainee.

É natural que uma pessoa que sonha em ser milionária dê preferência a ouvir dicas daqueles que alcançaram tal feito, afinal de contas, é mais interessante aprender com alguém que já conseguiu o que você quer do que com aquele que “ouviu dizer” como se faz. Sendo assim, nada mais justo do que candidatos a processos seletivos de estágio ou trainee quererem escutar conselhos de pessoas que passaram por esse funil bastante estreito.

Apenas para contar um pouco da minha história, passei em 3 processos de trainee de grandes empresas de diferentes setores (siderúrgico, financeiro e químico) além de ter desistido das etapas finais de mais 2 gigantes mundiais. Digo isso não para me vangloriar (longe disso!), mas sim para mostrar que as opiniões dadas aqui são de uma pessoa que também vivenciou as angústias típicas de um candidato e, após derrotas, conseguiu ser aprovado em processos seletivos extremamente rigorosos, desgastantes e altamente competitivos.

Derrotas? Sim e tive várias. Acho que nunca recebi tantos “nãos” na minha vida. Confesso que não foi nada fácil seguir adiante, principalmente, quando perdia na última etapa (a sensação de “quase” é péssima…) e, por várias vezes, tive que achar muita motivação dentro de mim para não perder a confiança e continuar essa longa jornada. O agravante para o meu caso é que me formei em 2008, em plena crise financeira, o que fez com que diversas empresas cancelassem o recrutamento ou reduzissem o número de vagas.

Apesar de todos esses obstáculos, sempre acreditei no meu potencial e a cada “não” que recebia, levava comigo um grande aprendizado e voltava mais preparado para a próxima vez. E acredito que foi essa persistência que me permitiu realizar o sonho da maior parte dos universitários: começar a carreira como trainee de uma grande empresa.

É importante esclarecer que não estou aqui para dar “dicas quentes” de como ser aprovado e, se alguém prometer isso, fique bastante desconfiado! O intuito é compartilhar as minhas percepções em diversas situações que vivenciei durante esta fase, desde a inscrição até a tão desejada aprovação.

Dividi este tópico em 2 partes: na Parte 1, o objetivo era dar uma breve introdução sobre a minha experiência no tema; na Parte 2, vou contar um pouco sobre os processos seletivos de estágio e trainee.

Espero que gostem desta série e até O Mundo dos Processos Seletivos – Parte 2.

 

Foto: Dreamstime

 

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *