O universo paralelo que você precisa enxergar

By | August 18, 2015

Universo paraleloEsta é uma informação que compartilhei aos membros do Mundo Y Platinum, mas decidi revelar mais detalhes aqui no blog para que todos possam aproveitar as oportunidades que existem no mercado. Vários membros estão seguindo este caminho e o potencial de lucro é ENORME!

No fundo, a palavra “potencial” não significa muita coisa porque estamos falando de uma estimativa, que é apenas uma teoria. Se esse potencial realmente se refletirá em resultados concretos, aí já é outra história porque há vários fatores que influenciam no sucesso: execução, persistência, intuição etc.

Como não quero me limitar apenas à teoria, resolvi mostrar um exemplo que trouxe um ótimo retorno tanto para mim quanto para um parceiro de negócio. O custo/benefício do projeto foi muito bom: 1 semana de trabalho meu (otimização e copywriting), 2 meses de espera para ranquear no Google e gerar leads, 3 semanas de trabalho dele e faturamento de R$13.500 até agora, fora outras regalias que só o meu parceiro teve como passagem aérea, estadia, transporte etc (mais para frente você entenderá o motivo).

O mais bizarro é que a concorrência nesses mercados é tão baixa que há pessoas sem nenhum conhecimento em SEO dominando as primeiras posições do Google com sites extremamente mal estruturados. Esta é a típica situação onde o menos pior acaba ficando bem posicionado!

Em resumo, se eles conseguiram ranquear o site e estão tendo ótimos resultados, tenho certeza de que você também conseguirá sem grandes dificuldades (ainda mais se for membro do Mundo Y Platinum! 😉 ).

Então, vamos começar?

 

Volume de buscas vs Rentabilidade

A vasta maioria associa a atratividade (= rentabilidade) de um projeto com o volume de buscas no Google. Quanto maior o volume de buscas por uma determinada keyword, maior a lucratividade porque haverá mais tráfego no site.

Aqueles que monetizam com banners do Adsense costumam focar em keywords de centenas de milhares ou milhões de buscas mensais (baixo retorno unitário exige tráfego maior) e aqueles que preferem programas de afiliados focam em keywords de milhares ou dezenas de milhares de buscas mensais (alto retorno unitário exige tráfego menor).

No final, a “nota de corte” para definir se vale a pena ou não ranquear um site e explorar um nicho é de, pelo menos, milhares de buscas mensais (fora outros critérios como CPC, comissão por venda, concorrência etc). Se o volume for muito abaixo disso, é comum a keyword ser descartada.

Este raciocínio está correto quando a monetização é feita pelos métodos tradicionais, ou seja, se a sua intenção for criar um site para ganhar dinheiro com cliques no Adsense ou venda de produtos como afiliado, a filtragem por buscas mensais tem a sua importância e irá lhe ajudar a obter maior retorno sobre o seu esforço. Obviamente que não é o único critério, mas é um fator de peso.

Porém, quando você domina a arte de gerar tráfego pelo Google, as alternativas para rentabilizar esta habilidade são MUITO mais amplas, ainda que poucas pessoas enxerguem isso. O Google Adsense e os programas de afiliados são apenas 2 das opções de monetização que existem para quem trabalha com SEO.

Quando ampliamos a nossa visão e fugimos um pouco dos caminhos tradicionais, entramos em um mundo completamente diferente onde avaliar a relação volume de buscas vs rentabilidade deixa de fazer sentido e o fator mais importante é a relação keyword vs rentabilidade.

É claro que o volume de buscas sempre será um atrativo, porém ele perde muito da sua influência na decisão final. Veja o exemplo abaixo:

Buscas mensais pela consultoria

Você investiria o seu tempo ranqueando para uma keyword com apenas 30 buscas mensais? A maioria responderia não porque é um volume muito baixo. Mesmo ficando em 1º lugar no Google, o site receberia em torno de 12 visitas mensais, o que é insignificante.

Esta é a programação mental de alguém que enxerga apenas os métodos tradicionais de monetização. Saindo desse mundo e entrando no “universo paralelo”, as 30 buscas mensais se tornam extremamente atraentes e, acredite ou não, mas foi esta keyword que me gerou a venda de R$13.500 em apenas 2 meses desde o início de uma parceria.

Afinal, como consegui isso? Qual nicho era?

Estou falando da venda de serviços offline.

 

Há dinheiro voando em todos os lugares!

Dinheiro voandoCaso não saiba, um serviço offline é qualquer serviço que não seja online (duh!). Existem vários profissionais que prestam um serviço considerado offline: dentista, advogado, corretor de imóveis, encanador, contador, médico, professor particular etc. A lista é praticamente infinita.

Uma grande parte dos nossos desejos e problemas são resolvidos adquirindo esses serviços, que costumam ter um preço alto. Por exemplo, o dentista perto de casa que encontrei pelo Google foi o responsável por tirar os meus 4 sisos e me custou R$2.400.

Ele não fez absolutamente nenhum esforço para fechar o negócio, eu que pesquisei no Google, encontrei o site, gostei do histórico do consultório e fui lá praticamente com o cartão de crédito nas mãos para marcar a cirurgia. Uma única venda gerou R$2.400 ao dentista.

Agora, quanto custa contratar um buffett infantil para o aniversário de uma criança? Milhares de reais. O mais simples que seria contratar uma decoração em domicílio já custa em torno de R$2.000.

Quanto um corretor de imóveis recebe de comissão na venda de um apartamento? Milhares de reais. Se for um imóvel para pessoas endinheiradas, ganhará dezenas ou até centenas de milhares de reais por uma única venda.

Quanto custa organizar um casamento? Dezenas de milhares de reais. E por aí vai. Estes são apenas alguns exemplos de um mercado gigantesco e altamente rentável.

Não seria ótimo se você pudesse ser um “afiliado” desses negócios e receber uma comissão por cada novo cliente gerado pelo seu trabalho de SEO? Ou melhor ainda: Não seria ótimo se você virasse um sócio do negócio e recebesse um percentual do faturamento? Certamente, seria muito motivador alavancar as vendas e ver a empresa crescer, não é mesmo?

Em ambos os casos, os seus ganhos seriam altos porque uma única venda significaria milhares de reais no bolso. Pois bem, foi pensando nisso que fechei uma parceria com um ex-colega de trabalho que também resolveu empreender e atualmente ele oferece serviços de consultoria em um nicho de mercado bastante atraente (não será revelado).

Eu me ofereci para fazer a otimização, copywriting e toda a estrutura de geração de leads em troca de uma comissão de 35% sobre cada venda realizada por meio do site. Trata-se de uma relação de ganha-ganha porque o meu interesse é vender mais para ganhar mais e isto faz com que ele ganhe mais também.

Fechado o acordo, iniciei o trabalho e a concorrência era tão fraca que apenas com uma boa estruturação, o site já foi indexado na 2º página do Google. Em 1 mês, estávamos no topo:

Posicionamento Site

A minha ideia para o projeto era transformar o site em uma máquina de geração de leads (cadastros). Dessa maneira, nós teríamos 3 benefícios:

1- Seria mais fácil controlar os contatos vindos pelo site;

2- As informações preenchidas pelo interessado seriam suficientes para dar um orçamento adequado e avaliar a disponibilidade;

3- Criaríamos uma lista de prospectos, mesmo que não adquirissem o serviço naquele momento.

Pode parecer estranho, mas não divulgamos nenhum email ou telefone de contato no site. O cliente precisa preencher as informações solicitadas para iniciar um diálogo conosco (isto exigiu um bom copywriting).

Não vou entrar nos detalhes da estrutura do site, mas utilizei um plugin chamado Gravity Forms (http://www.gravityforms.com) que permite criar formulários customizados de uma maneira muito fácil e intuitiva. É um plugin pago, mas vale cada centavo.

Toda vez que alguém preenche o formulário, eu e meu parceiro recebemos um email com as informações exigidas e sabemos exatamente as características do serviço que o novo lead deseja. A imagem abaixo mostra as notificações que recebemos no mês passado:

Leads gerados

No total, geramos 13 leads desde o início da parceria e fechamos 1 negócio, o que dá uma conversão de 7,7%. O orçamento inicial para a consultoria de 15 dias era de R$9.000:

Orcamento da consultoria

A empresa precisava do serviço em Manaus e, por isso, pagou todas as despesas: passagem aérea, hospedagem, transporte etc. Para ficar ainda melhor, eles prorrogaram a consultoria por mais 7 dias devido à carga de trabalho:

Semana adicional de consultoria

Resultado: O preço final ficou em R$13.500 (R$4.725 meu e R$8.775 dele), o que é um ótimo retorno para uma parceria que começou há relativamente pouco tempo. Lembre-se que a keyword que trouxe o cliente tem apenas 30 buscas mensais!

O site continua gerando leads e discutiremos os próximos passos para ampliar ainda mais os negócios. Do meu lado, já está nos planos dominar a SERP e varrer os concorrentes da 1º página do Google! 😛

Como? Ranqueando também um vídeo do Youtube, a página do Facebook, talvez um blog gratuito como o WordPress.com, Blogspot, Tumblr etc. O que for possível ranquear, será utilizado para a dominação total!

 

Existe vida lá fora!

Dentro do grupo do Mundo Y Platinum, eu sempre reforço a importância de se entender e praticar o processo de otimização porque só assim você irá desenvolver esta habilidade que pode ser aproveitada de várias maneiras, independentemente do nicho, da plataforma, da estratégia de monetização etc. O processo é o mesmo.

O que eu quis mostrar neste post é que existe um universo fora do Adsense e marketing de afiliados que pode ser explorado com SEO e definitivamente há MUITO dinheiro circulando. Este pequeno resultado que compartilhei aqui já me provou que aquele potencial (ideia) pode ser transformado em algo real (dinheiro).

Sim, existe vida lá fora e aqueles que enxergarem estas oportunidades e colocarem a mão na massa, terão à sua frente muitos planetas férteis e praticamente nenhuma concorrência.

A corrida espacial já começou! Vamos embarcar? 🙂

 

Author: Byong Kang

Engenheiro químico fajuto, ex-bancário estressado e atual empreendedor digital vivendo o estilo de vida que sempre quis!

51 thoughts on “O universo paralelo que você precisa enxergar

  1. Paulo

    INCRÍVEL!! Mas me diga como faço para entrar nesse Mundo Y Platinum?

    Obrigado, abraços!!

    1. Byong Kang Post author

      Paulo, as inscrições serão reabertas apenas no início do ano que vem. A comunicação será feita por email.

      Abraço!

  2. Vicente Sampaio

    Fala, Byong. Depois que conheci seu trabalho minha vida mudou. Aprendi muito com você e comecei a estudar conteúdo lá de fora, da gringa.
    Vi que lá os caras compartilham muita informação que é considerada “de outro mundo” aqui no Brasil. Você foi um cara que trouxe esse tipo de informação e está, de certa forma, revolucionando o mercado de internet marketing no país.
    Eu comecei a ter muito resultado depois de consumir esse conteúdo vindo lá de fora e comecei a ter rendimentos que pensei que nunca fosse ter. Isso ainda é só o começo.
    Só pra completar, eu também fiz exatamente o que você fala nesse post há pouco tempo. Criei um site para um empreendimento que está sendo construído aqui na cidade. A concorrência é quase nula e um corretor meu amigo disse que me daria uma parte da comissão caso eu passasse um contato pra ele e ele fechasse. Já comecei a receber contatos e em breve vou colher os frutos. O melhor de tudo é que o investimento financeiro foi muito baixo, requerendo apenas investimento de tempo e capital intelectual.
    Quero agradecer você por abrir os olhos da comunidade de marketing digital e mostrar novos caminhos.

    1. Byong Kang Post author

      Aplicar esta estratégia para o mercado imobiliário é sensacional!

  3. Lucas Dias

    É isso ai Byong! Como sempre criando conteúdo de qualidade. Parabéns pela iniciativa! Abraço!

  4. Kátia Soares

    Gostaria de fazer esse curso. Como faço para comprar?

    1. Byong Kang Post author

      Kátia, as inscrições estão fechadas e serão reabertas apenas no início do ano que vem. A comunicação é feita por email, então é importante estar cadastrada na lista VIP. Se você já recebe os meus emails, então o cadastro já está feito.

  5. Yago

    Como sempre escrevendo artigos excelentes!
    Byong sei que deve ter bastante trabalho mas, se possível, escreva artigos com mais frequência.
    estávamos com saudades dos seus posts.

  6. Luiz Felipe

    Muito bom Byong, realmente esse mercado tem possibilidades incríveis. Abraços.

  7. Daniel Paiva

    Cara, apesar de não conhecer, te considero pra caramba, saiba que é um dos responsáveis no meu aprendizado para hoje tocar uma empresa que começou num quarto, e 1 ano depois, com muito trabalho, tem sede física e empregados. Meu início foi no SEO, e ele sempre será considerado como a maior ferramenta para o marketing dos meus negócios, que hoje estão se estendendo para o mundo físico, com serviços. É interessante esse seu artigo, pois estou exatamente trabalhando com isso que você cita no post agora, dominando a SERP para alguns termos. Vou te enviar um email para lhe contar mais.

    Grande abraço!

  8. Renato Brito

    Byong mito!

    Assim como no caso do Vicente Sampaio acima, vc me abriu os olhos para o empreendedorismo…cheguei ao seu site procurando informações sobre o um curso de marketing digiral famoso, mas encontrei informações infinitamente superiores.
    Não eh a toa que hj sou seu aluno do Platinum… e mesmo sendo o mais preguiçoso possível em aplicar os ensinamentos rs…ainda assim estou tendo ótimos rendimentos.
    E conforme mostra esse artigo vc continua abrindo nossos olhos…
    Parabéns professor!

  9. Paulo

    Muito bom , serviu para reforçar uma parceria que estabeleço desta mesma forma … Valeu ….

  10. Deivide

    Excelente artigo Byong!
    Através do seu conhecimento, consigo ver o mundo do SEO totalmente diferente e altamente rentável.
    Obrigado!

  11. Tiago

    Oi Byong, Parabéns pelo post! Eu tenho um dúvida em relação a SEO é possível ranquear um site para determinada keyowrd sem ter que investir? No seu caso você teve custos para ranquear o site?

    1. Byong Kang Post author

      Se a concorrência for muito fácil, é sim possível ranquear sem investir nada, mas obviamente que investindo um pouco, os resultados são muito melhores. Neste caso, o meu maior custo foi o tempo. De resto, utilizei a estrutura que já tinha.

  12. Lucas Cavaliere

    Muito bom o artigo Byong, mas como fica a confiabilidade no parceiro? E se ele resolver fechar os serviços e não te passar a comissão ou mentir no valor?

    Não seria melhor cobrar por lead gerado ou um mix de leads + coissão?

    1. Byong Kang Post author

      É preciso fazer parcerias com pessoas 100% confiáveis. Caso contrário, existe sim o risco da pessoa mentir o valor ou dizer que não fecharam negócio. No meu caso, tenho essa confiança. O ideal é que seja um parente direto (pai, irmão, tio, primo etc) ou amigo de infância, algo assim. Não aconselho fazer parceria nesse modelo com qualquer pessoa.

    2. Claudinei Felipe

      Se você não tiver essa relação de proximidade e confiabilidade a qual o Byong listou é preferível cobrar um valor fixo pelo serviço prestado, isso independentemente do valor fechado por cliente.
      Tenha uma ideia de quantos “ele” cobra por serviço e estipule o seu valor!
      Acho que pode te ajudar. =)

      1. Arthur

        A ideia de cobrar por lead gerada é uma alternativa melhor que cobrar uma comissão nesse caso, mas não sei até que ponto é uma boa solução.

        Se o dono já possuir um website com ou sem WordPress, acho improvável que você consiga convencê-lo a NÃO ter a senha do painel de controle do próprio site dele.

        Uma vez coma senha, ele poderá “aprender” (ver os plugins, configurações, etc) como você fez e simplesmente cancelar o serviço. Uma opção melhor talvez seja fazer um pacote anual pelo serviço prestado ou algo do tipo.

        O problema é que é muito difícil você cobrar um valor preciso nesse caso. Pode estar deixando de ganhar muito dinheiro caso isso gere mais leads do que você esperava; por outro lado, se o nicho acaba gerando poucas leads, você pode ter se dado bem.

        Ainda assim, gostaria de ouvir o que vocês tem a falar. Alguma sugestão melhor do que cobrar o preço fixo ou uma maneira “segura” de cobrar por lead (melhor opção na minha opinião)?

  13. Eric

    Obrigado por compartilhar esta experiência Byong. Acompanho seu trabalho há pouco tempo mas vejo muito foco! É disso que precisamos! Me deixe saber quando as inscrições do Platinum estiverem abertas OK?

    Valeu!

  14. Susana

    Um email do Byong em meses vale mais do que um email diário disparado por outros. Já tenho certeza que é coisa boa. Mesmo para alguém que não siga exatamente os vossos passos pode adaptar suas estratégias para outras finalidades. As possibilidades são grandes.

    Enquanto alguém pensa que a Terra é enorme fica de queixo caído de tentar imaginar o tamanho do universo. Representa uma quebra de paradigma. Romper com a própria realidade é um processo lento e um pouco doloroso, até porque alguns como eu foram durante muito tempo ensinados a pensar em empreendimentos de determinada forma. O pensamento fica meio congelado, e de repente um jovem rapaz nos mostra que podemos pensar muito além.

    Isso me faz pensar que o empreendedorismo digital está meio engessado e não está desenvolvendo seu pleno potencial. Isso é ótimo, pois podemos nos posicionar desde já e estar numa situação privilegiada no futuro. Daqui uns anos terão mais pessoas tentando se estabelecer, o clique estará mais caro, etc.

    Abraço

  15. Thiago

    Sensacional, parabéns pelos resultados e por compartilhar conosco informações valiosas.
    Como sempre direto ao ponto.
    Abraço!

  16. Renato Andrade

    Espero sempre pelos seus e-mails, são muito valiosos. Parabéns pela conquista e por compartilhar.

  17. Bruno

    Olá Byong, tudo bem? Primeiramente, parabéns por essa conquista! Em segundo, fiquei com uma dúvida: o Google não otimiza as buscas de acordo com o local da pessoa que faz a pesquisa?

    Então como você faz para ranquear sabendo que as buscas serão diferentes dependendo do lugar? Você configura sua busca para um local e ranqueia o serviço daquele local?

    1. Byong Kang Post author

      Depende da keyword. No meu caso, era um termo mais genérico, sem ser específico com relação à localização. Foi por isso que o cara em Manaus nos achou e contratou. Caso o serviço seja limitado à uma região, aí a otimização deve ser feita apenas para a região.

  18. Vicente Rodrigues

    Hoje mesmo estava pensando antes de abrir meu e-mail. kd o Byog? De repente pimpa um e-mail. Fiquei louco pra clicar e ver as novidades por aqui. Nossa sensacional essa sacada sobre SEO. Esse é um método muito interesante para quem deseja investir nesse meio. Parabéns e Sucesso.

  19. Leandro Rossini

    Byong, sou seu aluno no mundo y platinum, por acaso meu primeiro MS foi no mercado imobiliário e logo vou montar alguma parceria! 🙂

  20. Sara

    Salve Byong,
    Tenho lido seus posts e gosto muito de tudo que você fala e é certamente muito diferente de tudo que tenho pesquisado nesse mundo do maketing digital. Queria saber se um iniciante ( inciante mesmo que não sabe praticamente nada desse mundo) pode fazer parte do seu curso Platinum ?
    Gd abs,

    Sara

    1. Byong Kang Post author

      Olá Sara! Sim, é do básico ao avançado. Não precisa saber nada de SEO.

  21. Márcio

    E ai Fera …
    Como sempre diferente de toda esta balela que falam ai fora. O que aprendi é que pra ter resultados é preciso ter um mentor alguém verdadeiro e que sabe do que está falando, depois que conheci o seu trabalho me desliguei de todos estes “gurus” que tem por ai, que só sabem encher a nossa caixa de emails e repetir sempre as mesmas coisas .

    Muito Obrigado Byong tenho aprendido muito com você.
    Gosto muito desta frase que você postou na sua fan page

    “Cedo ou tarde você irá perceber, assim como eu percebi:
    Existe uma diferença entre saber o caminho e percorrer o caminho”
    — Morpheus —
    Esta é uma frase muito importante na minha vida como empreendedor digital.
    Quando você aprende com alguém que percorre o caminho, os resultados de ambos (seu e de quem ensina) crescem exponencialmente.
    Quando você aprende com alguém que sabe o caminho, apenas os resultados de quem ensina crescem exponencialmente.

  22. Adriano

    Grande Byong! Parabéns pelos resultados!

    Só uma coisa não ficou clara (nunca testei isso, é apenas uma reflexão para aprender mais): se as buscas mensais são apenas 30, os concorrentes da primeira página não são tão profissionais em marketing digital, a comissão por venda chega a quase R$ 5 mil (pelo menos nesse exemplo); e a conversão chega a quase 8%, porque não fazer anúncios no AdWords? Não seria muito mais rápido, escalável, e menos arriscado? Digamos que invista absurdos R$ 20,00 por apenas 1 clique no AdWords, conseguindo todos esses 30 visitantes mensais, gastaria R$ 600,00 em anúncios para ganhar quase R$ 5 mil de comissão, ROI de 800%.

    Claro os números da comissão, conversão, CPC, etc, podem variar e muito, mas levando o potencial desse negócio em consideração, seria mais interessante testar o mercado com AdWords para depois começar o trabalho de SEO. O que acha?

    Abçs

    Adriano (Vizinho da Pires!)

    1. Byong Kang Post author

      Adriano, eu prefiro focar na estratégia que conheço muito bem e sei usar. Tráfego pago também é rentável, mas não é a minha praia. É apenas uma questão de foco.

    2. Flávio

      Adriano, a pergunta não foi pra mim, mas vou me atrever a responder também. Todos nós sabemos que o AdWord é o caminho mais curto para se chegar ao “rankeamento” de uma keyword, mas o lado bom do SEO é que você pode assumir uma posição privilegiada por um longo período, como meses, até anos sem gastar nada. Já o AdWord você estará lá enquanto pagar, parou de pagar ,se sua posição no orgânico digamos que se for na 200 irá continuar nessa posição.

  23. Marcelo Lynx

    Fantastico Byong, eu sou programador e estou iniciando no mercado de marketing digital, mais sempre pensei fora da caixa como você, Prefiro ser afiliado de Produtos fisicos (nada contra os Produtos digitais) agora estou trabalhando em projeto para o mercado imobiliario e também quero fechar uma parceria com minha esposa que é dentista, essa sim via ser uma parceria ganha-ganha. Rss

  24. Evandro WIrlynthon

    Olá Byong. Depois do MYP. Minha vida foi transformada e hoje eu ganho em torno de 3 a 7 mil por mês só nesse nicho de serviços. Fora ADS, e Afiliados.

    Aqui vai algumas dicas para quem quer entrar nesse ramo.

    Conhecer o minimo do seu “Sócio”!
    Saber valores. Se informe sobre o produto!
    Se não confia 100% melhor evitar!
    Uma boa Pesquisa de concorrência!

    E outra e mais importante! O brasil é gigantesco da pra todos nós ganhar dinheiro :D!!!

    Vlw Sensei Byong!

  25. Roberto

    Olá Byong, obrigado pelas informações valiosas!
    Gostaria que me tirasse uma dúvida. Em seus sites você usa IPs compartilhados no mesmo plano de hospedagem (ex. plano M da Hostgator) ou plano individual para cada site? Isso influencia no rankeamento do site? Grato.
    Abraço
    Roberto

  26. Jackson

    Byong li vários artigos seus e pensei que eu entendesse de SEO rs, parabéns! Me abriu a mente em muitas coisas. Confesso que possuo sites com mais de 300 mil visitas mensais e graças a Deus hj em dia minha renda tá sendo essa do Adsense, porém criei novos projetos recentemente que estou tendo bastante dificuldade no Google.

    Seguinte, fiz 3 sites com dominios exatos e simplesmente os 3 desapareceram das pesquisas mesmo estando indexados e tendo mais de 3 mil curtidas no facebook. Como vc mesmo já disse, facebook e nada é a mesma coisa para ranquear. Dominio exato pior ainda. Porém venho descobrir e saber disso agora! Por este motivo criei outro site sem ter dominio exato, totalmente diferente do que eu queria ranquear. E criei uma categoria com o termo que eu quero ranquear, e no mesmo dia que o google indexou o site, ele estava aparecendo na 5ª página. Até ai td bem, pro site ser novo e ter apenas 1 dia, esse posicionamento não me importou tanto. Porém no dia seguinte, no caso hoje, simplesmente não vejo mais o bendito site nas pesquisas, e o mesmo continua indexado. O site tem as palavras chave no titulo, url (categoria) e descrição, porém dá em pizza, ele teima em esconder meus sites. Porém as outras páginas aparecem normalmente, mas essa dita cuja tá escondida. O que pode ser isso? Será que é pq o site é novo? Inclusive os outros dominios exatos que te falei sumiram tb porém as vezes ainda aparece. Fica nessa oscilando, vai e volta. Porém esse site novo super otimizado, paguei 300 reais no tema. O tema é excelente, mas isso desistimula MUITO cara, fico puto c isso! Será que com o tempo retorna?

    Me dê sua opinião por gentileza amigo, abraços e parabéns pelas suas dicas valiosas!

  27. Jonas

    Olá , Byong ou alguém que sabe o que é um erro 403. O que leva um site recém colocado no ar (menos de 1 mês), com apenas 3 links apontado sair do ar? (não é acessível e nem aparece na serp)? Você já teve essa experiência? Valeu!

  28. Elizandra

    Olá! Sei que a pergunta nao tem nada haver com o tema do post… Mas, fiquei com dúvida em relação ao link de afiliado! Eu fiz meu cadastro na Plataforma Lomadee e queria saber como pego o link de afiliado. Já que vi uma oportunidade num nicho ( da Polishop) e queria postar um vídeo no Uol Mais, como vc indicou e nao sei como pegar o link!!

  29. Marcelo Ecard

    Byong,

    Excelente!!! Isto ajuda muito, mas muito mesmo. Como disse o Vicente Sampaio, isso abre novos horizontes!!!

    Abraços,

  30. Danilo

    Excelente artigo Byong,

    É muito bom saber que palavras com poucas buscas podem ser altamente lucrativas, ainda que não apresentem muito renorno Online.

    E você deu um exemplo prático disso. Contra fatos não há argumentos.

    Abraços!

  31. Gil Conceição

    A verdade está lá fora, já dizia o seriado!

    Eu sei qual o seu negócio e realmente fiquei surpreendido como as buscas são pequenas para a palavra chave. O copy feito no vídeo de apresentação foi fhoda, principalmente quando você esclarece que os clientes que procuram este tipo de serviço precisam ter cuidado com preços baixos, com aquilo ali se pedir qualquer valor (sei que não faz isso) seria verdade para o cliente.

    Bicho, você é o cara!!!!!!!!! rsrsrs

    Abraços

  32. Gil Conceição

    Byong esqueci de perguntar uma coisa,

    Legal ter fechado o negócio mas e se a empresa pedir nota fiscal cnpj essas coisas? Pelo que entendi houve o investimento de 13 mil e a empresa pediu esses dados? Em se tratando de empresas elas possuem um controle financeiro, imposto de renda e tudo mais, como foi abordado essas questões na negociação?

    Faço a pergunta porque alguém que queira fazer o mesmo tem que se atentar para a parte chata que é a burocracia, enfim, se puder responder agradeço.

  33. Fernando

    Fala Byong! Te encontrei através de uma keyword muito bizarra (quase um desabafo quanto aos produtos digitas) que me levou ao seu post sobre o ‘efeito manada’ no qual me senti aliviado por finalmente encontrar alguém falando algo que eu concordasse.

    Não querendo deixar esse post comprido, percebi que a data de seu curso para esse ano já passou. Será que não seria possível incluir mais uma pessoa no meio do caminho (tipo eu) para esse ano ainda? Um grande abraço cara, eu também faço Unicamp (mestrado)!

  34. Rodolfo Barros

    olá, muito top o seu conteudo. Mas me diga quando vai abrir as vagas do curso? Vc ensina que nicho é esse que vc falou nesse post?

  35. Jayne

    boa noite… eu quero saber sobre MD… eu nao sei de nada… muito leiga mesmo no assunto… pretendo abrir um negocio que vou precisar entender de MD… o que fazer???

Comments are closed.