3 provas de que o conteúdo de qualidade não tem relação com bom posicionamento no Google

By | May 18, 2015

Evidencias no GoogleAntes de tudo, queria pedir desculpas à todos pela minha ausência no blog. Foram 5 meses sem nenhuma postagem e 2 meses sem enviar emails à lista VIP. O tempo passa rápido mesmo! Parece que foi ontem que escrevi o artigo sobre a retrospectiva de 2014 e já estamos quase na metade do ano!

Durante este período, fiquei completamente focado no lançamento do Mundo Y Platinum (Obs: As inscrições foram encerradas em Março/2015 e serão reabertas somente no ano que vem), no suporte aos atuais membros e, principalmente, em alguns projetos que vejo um potencial gigantesco de gerarem ótimos resultados.

As pessoas que tem mais contato comigo sabem que o meu grande objetivo é criar um negócio de R$1 milhão por ano com SEO, o que seria o equivalente à ganhos de quase 6 dígitos por mês. É um desafio enorme e confesso que, às vezes, me dá um frio na barriga, mas confio plenamente que sou capaz de atingir essa meta.

A loucura do empreendedor é revelada nestes momentos: Não importa o tamanho da barreira à sua frente, você simplesmente acredita em si e faz acontecer. É natural haver fracassos e dúvidas no meio do caminho, mas você nunca pode perder a confiança na sua capacidade e no seu valor intrínseco. Este é o seu combustível para seguir em frente mesmo quando as coisas dão erradas.

Pensei bastante em como atingiria essa meta e cheguei à conclusão de que o marketing de afiliados não é o melhor caminho, pelo menos para mim. Não me entenda mal, vender produtos como afiliado é muito rentável e o mercado brasileiro está apenas começando a crescer, mas o fato é que quando você sabe SEO, as oportunidades de monetização são MUITO mais amplas. O marketing de afiliados é apenas um pedaço de tudo aquilo que pode ser feito.

Continuarei promovendo produtos porque acho muito divertido (tenho até um novo nicho em mente!), mas não é dessa maneira que enxergo os meus negócios atingindo o faturamento desejado. O meu grande foco atualmente é na prestação de serviços de SEO à empresas e na formação de parcerias com alto potencial de retorno.

No futuro, falarei mais sobre este assunto porque há grandes oportunidades pouco exploradas, mas ainda estou navegando em águas misteriosas.

 

Enquanto isso, no mundo esotérico de SEO…

Cartola magicaUma das crenças mais sagradas e difundidas no mercado é que o conteúdo de qualidade sempre será um dos fatores mais importantes no bom posicionamento no Google. A dica de praxe dos especialistas é: Escreva um conteúdo cativante, que gere muita interação, comentários, curtidas no Facebook, tweets etc; e o Google irá adorar o seu site e (magicamente) colocá-lo nas primeiras posições.

Isso é repetido exaustivamente em diversos lugares como se fosse uma doutrina. Só falta terminar a frase com um: “A justiça reinará sobre aqueles que seguirem os mandamentos. Amém!”. O discurso é muito bonito né? Tudo é mágico e justo…até que a vida real prova o contrário.

Existe uma frase do filósofo alemão Friedrich Nietzsche que retrata esta situação:

“Às vezes, as pessoas não querem ouvir a verdade porque elas não desejam que as suas ilusões sejam destruídas”.

Isto acontece em todos os campos da nossa vida: finanças, política, relacionamento e até SEO! Parece que muita gente simplesmente não quer aceitar a verdade porque se sente na obrigação de defender a sua posição, mesmo que seja insustentável.

Acredite ou não, mas há infinitas ocasiões em que aqueles que seguem as tais “regras de SEO” são prejudicados e aqueles que contrariam as regras são beneficiados. E não, não é um erro temporário ou exceção, este tipo de situação acontece frequentemente e continuará acontecendo pelos próximos anos.

Por que? Porque as regras populares difundidas por aí não passam de uma grande ilusão repassada por todo tipo de profissional: os crentes (que não tem senso crítico para questionar), os gravadores (que só repetem o que os outros dizem), os maria-vai-com-as-outras (que não sabem em quem acreditar, então seguem a manada) etc.

Costumo dizer que o batismo em SEO acontece à partir do momento em que você finalmente compreende que o Google é apenas um algoritmo (código de programação) incapaz de fazer avaliações qualitativas como um ser humano. Entendendo a lógica por trás de um algoritmo, todas essas “dicas quentes” deixam de fazer sentido.

Eu entro à fundo neste assunto no meu curso, mas quero compartilhar com você uma pequena amostra de um mercado gigantesco que contraria praticamente todas as crenças sagradas do SEO há ANOS e, mesmo assim, permanece nas primeiras posições do Google.

Estou falando de páginas sem um único parágrafo de conteúdo, sem interação com visitantes, sem redes sociais e, em vários casos, com a aparência de um site da década de 90! Em resumo, eles fazem tudo aquilo que não deveria ser feito e continuam no topo do Google, mesmo depois de tantas atualizações que assustaram a comunidade.

Você está pronto para receber a dose de realidade? Então, vamos lá!

 

Atenção: Os comentários estão repletos de humor e ironia.

 

Prova 1

Keyword: aluguel de trator de esteira d6

Posição no Google: 1º

Transmaq - Trator de Esteira D6

O texto do site agregou muito valor e tirou todas as minhas dúvidas sobre esse modelo de trator. Claramente, é um conteúdo que viralizou nas redes sociais, recebeu muita interação e o site oferece uma ótima experiência ao usuário.

O que mais me marcou foi o parágrafo em que explicam os benefícios e as especificações técnicas desse trator e….opa, espera um pouco! Esta página tem apenas 2 coisas: um título e uma imagem. Cadê aquele conteúdo vasto que todos falam que precisa ter? Cadê o Facebook? Cadê a interação com os usuários?

Não esperava que uma página dessas conseguisse ficar em 1º lugar no Google, afinal, o conteúdo de qualidade é a prioridade né? Como se avalia a qualidade do conteúdo se não existe conteúdo?

Alguns podem pensar: “Ah, mas o site tem outras páginas relacionadas à tratores (veja o quanto de conteúdo tem no site inteiro), então o Google sabe que a empresa é deste nicho e coloca nas primeiras posições. O título dá relevância também”.

Tentarei engolir esse argumento (apesar de contrariar as crenças sagradas) e vamos ao próximo exemplo.

 

Prova 2

Keyword: buffet infantil zona leste

Posição no Google: 2º

Kumbaya

O que você está vendo é um site em Flash com apenas uma imagem na Home, que é justamente a página bem ranqueada. Talvez, o Google saiba que buffet infantil tem relação com crianças e, neste caso, as imagens e a música de fundo seriam considerados conteúdo de qualidade. Aí sim faz sentido! 😛

Enquanto isso, os concorrentes que tem muito mais conteúdo na página, interação com fãs no Facebook e um site que carrega mais rápido estão comendo poeira. Calma, mas não dizem por aí que esses fatores ajudam a ranquear melhor?

Já sei o que pode ser: o Google adorou a música do site porque cria uma ótima experiência ao usuário. Como os outros não tem música, ele merece ficar nas primeiras posições. Agora sim, faz mais sentido ainda!

Nota: Só de curiosidade, pesquisei se o Google consegue ler o conteúdo de sites em Flash e parece que sim (leia aqui). Porém, pode haver falhas e recomendam fortemente que dê preferência à HTML.

 

Prova 3

Keyword: pudim

Posição no Google: 7º

Pudim - Site

Este é um exemplo clássico que muitas pessoas já conheciam, mas fiquei sabendo apenas há pouco tempo. Nada melhor do que encontrar um site com a foto de um pudim de qualidade ao pesquisar sobre pudim no Google, não é mesmo?

Poxa, mas senti falta da receita. Cadê a receita de qualidade que gera interação nas redes sociais? Cadê a magia do conteúdo em ação? Queria a receita do pudim que o Google coloca nas primeiras posições! 🙁

 

Contra fatos não há argumentos

Você acabou de ver 3 sites em nichos diferentes que contrariam totalmente a crença sagrada difundida no mercado. Se o conteúdo de qualidade fosse o principal pilar no bom posicionamento, nenhum destes sites deveria aparecer na 1º página porque eles simplesmente não tem nenhum conteúdo.

Será que o algoritmo do Google seria tão burro a ponto de não saber diferenciar qual página tem conteúdo e qual não tem?

Tudo o que mostrei até agora não são casos isolados e muito menos temporários. Existem sites nestas condições há anos e que continuam nas primeiras posições, bem à frente de pessoas que gastam semanas escrevendo textos de 2.000 palavras, criando vídeos, infográficos e tudo o que você imaginar.

Eu mesmo já fui vítima de uma enorme injustiça, mesmo tendo criado um conteúdo de excelente qualidade que viralizou em um grande portal de notícias. É um caso tão bizarro que poucas pessoas acreditariam que isso poderia acontecer. Como a história é um pouco longa, pretendo compartilhá-la em um próximo post.

Por fim, espero que eu tenha conseguido abrir os seus olhos para a verdade. Não importa quantas teorias malucas de SEO divulguem por aí, contra fatos não há argumentos.

 

Author: Byong Kang

Engenheiro químico fajuto, ex-bancário estressado e atual empreendedor digital vivendo o estilo de vida que sempre quis!

83 thoughts on “3 provas de que o conteúdo de qualidade não tem relação com bom posicionamento no Google

  1. Rogerio Gomes

    De fato cara, quanto mais pesquisamos, mais encontramos nichos esquecidos no quesito conteúdo ocupando as primeiras posições nas buscas. Isso realmente é um fato!

  2. Matheus

    Parabens Byong por melhorar o mercado de SEO no Brasil 🙂

  3. Marcos Elias

    Conteudo de qualidade, o que comem o que fazem , onde vivem, Veja Hoje No Byong Reporter!

  4. Alex Monteiro

    O mais engraçado é a teoria de Postar todos os dias… rsrsrsr Parabéns….

  5. Lourival Melo

    fiquei com vontade comer pudim Byong, mas não achei a receita, sacanagem do google né, tirou a receita e deixou só a foto porque tem mais qualidade do que a receita.

    Parabens mestre por esse post.

    1. Valdeir

      Byong é um grande exemplo disso. Veja quanto tempo ele ficou sem postar nada e mesmo assim seu PR é 1!

  6. Edson

    Por isso eu acho SEO fascinante. (apresar de não saber nada, rsrs).
    As regras são criadas por quem quer ditar (as regras) e quebradas por quem não precisa seguir.
    Grande Byong, sempre vendo o lado lógico da internet.

    Abraço a todos.

    1. Valdeir

      Não seja maria vai com as outras, fuja das “regras”, seja ousado, questione tudo o que lhe falam e o que lê e ouve, não acredite em tudo, erre bastante, se possível construa 500 sites e erre em todos! Sério! Mas esteja sempre testando algo, aprendendo, aprendendo com os própios erros. E testando o que vc acha que irá funcionar.
      SEO é Empreender, SEO é como se fosse aprendizado da nossa vida mesmo. Só que ousa e faz tudo o que eu disse acima tem sucesso ou começa a ter resultados melhores! Foi assim que eu aprendi… hehehe

  7. Alan

    Limpo, claro e cristalino…..parabéns Byong!!!

  8. Susana Bittencourt

    Você já tinha dado um exemplo disso lá dentro do MundoY Platinum. O conteúdo de qualidade é uma enorme balela. O pior de tudo é saber que é uma balela propagada por pessoas que se julgam “gurus” e até sobem em palcos para falar para grandes plateias. Chega a ser desconcertante concluir que eles estão redondamente enganados e ainda por cima vendendo cursos que ensinam o caminho para El Dorado ou como chegar ao pote de ouro no fim do arco íris. Pois é, acho que enquanto existir uma cenoura para acenar na frente de alguns malandro não morre de fome.

    O humor e a ironia estão bem dosados e tornou seu post agradável, divertido e ao mesmo tempo informativo. Parabéns!

    No MundoY Platinum você também havia ressaltado a importância de explorar outras alternativas além do marketing de afiliação pois existem grandes oportunidades que não recebem a devida atenção e são quase isentas de concorrência. Isso também chega a ser desconcertante e representa a quebra de pequenos paradigmas. Confesso que sou uma pessoa focada quase que exclusivamente em marketing de afiliação. É preciso olhar em outras direções.

    Muitas vezes não é o fracasso quem destrói um empreendedor. Mas justamente o sucesso. Com um pouco de trabalho não é tão dificil assim conseguir um rendimento regular na internet. E aí vem o perigo de querer estagnar, parar de ser criativo e perder o gosto por desafios. Não vou negar, ainda vivo na sombra do Hotmart, se ele desaparecesse meus ganhos também sumiriam da noite para o dia.

    O senhor já criou uma presença tão forte que mesmo que desapareça por meses quando voltar é como se estivesse voltando do outro mundo repleto de uma aura espiritual de poder e sabedoria. Quando tem email do Byong todos param o que estão fazendo e vão ler na certeza que tem algo lá muito interessante.

    Estou só alguns passos atrás de você. Digamos que eu seja o Byong quando ele começou a ter seus primeiros ganhos de 5 dígitos com Hotmart. E olhe que nem coloquei em prática ainda os valiosos conhecimentos do MundoY platinum.

    Cá entre nós, aqueles cursos repetitivos de ganhar dinheiro que ensinam como criar conta no paypal, conta no hotmart e montar um blog wordpress já deram o que tinham que dar. Estava faltando um conteúdo que realmente levasse as pessoas para o próximo nível, tanto em qualidade de informação quanto em resultados atingidos na prática, afinal, o que todo mundo quer é consultar o extrato e ver um monte de números.

    Bem vindo de volta amigo.

    1. Raniel Douglas

      “Quando tem email do Byong todos param o que estão fazendo e vão ler na certeza que tem algo lá muito interessante.”

      Verdade Susana Bittencourt, estava assistindo um curso no pc e de repente chega e-mail, ai eu olho o celular pra ver se tinha vendido um produto no Hotmart e quando vejo, é melhor ainda!! HAHAHA. É o Byong mandando conteúdo!!!

      Susana Bittencuount, Eu li, várias vezes, todos os seus comentários no artigo “Como realizar as primeiras vendas sem gastar um único centavo” Que fala sobre o Uol Mais lembra? Obrigado!! sua experiência compartilhada foi tão importante quanto o conteúdo do Byong.. A Final.. Foi quase um estudo de caso completo só nos comentários. rsrss

      Caminhe na paz e entre os anjos.

    2. Branca Fonseca

      Olá Susana,

      Tudo bem? Espero que sim…
      Eu li todos os seus comentários no post: “Como realizar as primeiras vendas sem gastar um único centavo” e gostaria de tirar algumas dúvidas com você, é possível. Meu email: [email protected]
      Por enquanto, agradeço!!!

      Branca Fonseca

    3. Douglas

      Não entendo! Adorei a sua originalidade escrevendo os artigos, mas não entendi mesmo: Seu conteúdo é sobre SEO? Por que seus artigos indiretamente nos influenciam a não utilizá-lo? É como se vc dissesse que não vale à pena investir em SEO, achei sem sentido isso!

  9. Dani Fuller

    Apesar do contato no grupo… eu adoro ver que a minha caixa de entrada tem email seu 😀

    Adoro suas colocações e como abre nossos olhos para a grande realidade do mundo SEO.

    Falaram que esse do Pudim havia sido hackeado faz pouco tempo.. mas acho que já voltou ao normal rs.

    1. Byong Kang Post author

      Eu vi na reportagem que o site foi hackeado pelo Estado Islâmico? Meu Deus!

      1. Vinicius

        O caso do Pudim é um clássico. Desde quando comecei com blogs em 2008, ele era número 1 no google. Se não me engano é/era do Flávio Raimundo o site.

        1. Noel Santos

          o Pudim é do Alberto Henry Riff.

  10. Raniel

    O site do Pudim tem muitos back links e métricas Boas mesmo só tendo 1 página!!!

    Ele Foi classificado ao lado de grandes portais de culinaria e receitas como pode??

    Byong, grande dúvida, é possivel rankear sites para palavras chaves de produtos físicos como máquina de lavar, barbeador.. não sei se você conhece o Spancer Haws do site nichepursuits.com ele cria sites de nicho para usar o programa de afiliados da Amazon.. Tentei fazer isso aqui mas não consigo, sempre aparece grandes lojas ecomerce como “americanas, submarino, walmart…” Byong, Tem como vencer esses ecomerces no google?

    Nem acredito que perdi a inscrição para o Mundo Y Platinum na época não conhecia seu site. Mas to aguardando desde AGORA para o próximo treinamento.

    1. Byong Kang Post author

      Olá Raniel!

      Sim, é possível. Em um dos artigos no blog, mostrei uma mulher que estava nas primeiras posições do Google com um vídeo sobre um modelo de escova rotativa. Na época, tinha mais de 100.000 visualizações!

      O quanto ela sabia de SEO? ZERO!

      Pegue nomes de produtos longos e teste primeiro com vídeos do Youtube. Eles costumam ranquear com mais facilidade.

    2. Juliana

      Estou na mesma, descobri o Byong UMA semana depois de fechar as inscrições… estou me roendo até agora de frustração! Enquanto espero nova abertura de inscrições, vou revirando o site 🙂

      Muita alegria receber na caixa de entrada, garantia de bom conteúdo!

      1. Raniel Douglas

        Verdade, eu também to me roendo aqui tendo que gastar tempo e dinheiro mais do que o necessário pra conseguir algo melhor, mas tudo bem.

        To desde já muito ansioso pelo próximo treinamento, até perguntei ao Byong se haveria alguma lista ou grupo secreto para poder assinar por um valor, mesmo mensalmente, para receber mais dicas. HAHAHAAH

    1. Byong Kang Post author

      Na reportagem diz: O Pudim foi considerado o pior site da interner brasileira! hahahaa! Que ironia!

  11. Paula Souza

    Estava com saudades dos seus textos 😉 simplesmente d+ !

    1. Byong Kang Post author

      Obrigado Paula! Você é sempre bem vinda aqui! 🙂

  12. Bruno

    Vivemos enganados a vida toda? kkkkkk
    Ontem li um artigo onde fizeram um teste para demonstrar o que você está falando aqui.
    ‘http://www.darkent.com/inteligente-algoritmo-do-google/
    Com seu artigo só confirmo que os “gurus” não querem falar a verdade.

    1. Byong Kang Post author

      Bruno,

      Retirei o link porque não conheço esse blog aparentemente novo (não sei se é seu), mas mantive a referência nos comentários para quem quiser consultar.

      Abraço!

      1. Luiz Carlos

        Esse blog é de um tal de Alejando Ivan Salinas ele tem esse blog onde fala de SEO Black Hat. Bom eu não sei bem o que seria isso mais estou no grupo dele do facebook para aprender um pouco.

  13. Marcos

    O conteúdo de qualidade, e frequente, é desinformação da elite branca de olhos azuis.

  14. Bruno

    Conteúdo sempre top, demora para publicar mais quando publica, outro nível.

  15. Luciano Pontelli

    Olá Biong,

    Excelente, suspeitava desde o princípio e também acreditava nesses contos de fada, no entanto, antes de ler seu artigo já desconfiava disso pelo fato de deixar meu blog a mais de 6 meses sem postar conteúdo depois de 1 ano postando quase todas as semanas.

    Tinha cansado de tanta tentativa e erro, pesquisando aqui e ali e o máximo que consegui foi a 3° página para o termo “como ganhar dinheiro na internet”.

    Meu ultimo post foi em outubro do ano passado e o que observei foi que meu blog começou a ganhar posições ao invés de perder, afinal, sem postar conteúdo novo toda semana o que eu poderia esperar seria o declínio.

    Agora lendo seus artigos pude perceber quanta besteira é ensinada por aí a respeito de SEO.

    E olha que eu não sei muita coisa e nunca corri atrás de links, imagina se colocasse em prática tudo o que você ensina.

    Parabéns pela excelência do conteúdo e conhecimento.

  16. Antonio Noda

    Obrigado pelo conteúdo ótimo, Boyng!
    Estava no aguardo e como muitos parei tudo para ler.

  17. Robinson

    Parabéns Byong pelo seu blog! Veja só estava aprendendo sobre investimentos no blog do Rafael Seabra e tinha algum link lá pra essa mina de ouro de informação de qualidade. Em dois dias li quase tudo aqui e vi seu canal no youtube. E por sorte ainda leio seu post mais recente depois de meses. Dúvidas: se não é conteúdo quais as informações que o SEO do Google usa para ranquear a página? No primeiro exemplo, especifidade na keyword? (se tirar o d6 o site do trator sai da primeira página). No caso do buffet, seria o zona leste, já no pudim é bizarro, um viral de repercussão negativa? Ao contrário do seu blog, ótimo conteúdo, explica aí o que é o Mundo Y Platinum, quando abrirá novas turmas?

    1. Raniel Douglas

      Opa Robinson, vamos esperar o Byong responder. Mas pelo que já li o Google usa os back-links de outros sites de autoridade apontando para o seu pra saber se vale a pena colocar um site em uma boa posição para determinadas Keywords, além de dezenas de métricas..principalmente Moz DA( autoridade do domínio) PA ( autoridade da página) Trust flow ( mede a qualidade dos back-links) Domínios de referencia, Ips de referência. etc

      Ou seja não basta ter a palavra chave, precisa ter links apontando para o seu site e claro que sempre vai valer mais a Qualidade do back-link do que a Quantidade.

  18. danilo

    Mas então qual o verdadeiro motivo o pq destas paginas estarem em primeiro lugar, sei q a resposta deva ser longa, mas alguma sica pelo menos?

    1. Raniel Douglas

      Oi Danilo, comecei a pouco tempo a estudar aqui no site do Byong e aprendi algumas coisas, olha só.. pelo que vi no Majestic SEO, o site do PUDIM tem métricas invejáveis…Apesar de ter poucas páginas, pelo que vi o “PUDIM.com.br” tem mais de 80mil backlinks e cerca de 20 de Trust Flow.. variedade nos Ips e Domínios de referência e também no texto ancora.

      Só isso já da pra ter uma noção de que ele não esta lá por acaso, mas tenho certeza que o Byong vai esclarecer mais sobre isso em novos posts. ^^

      Abraçõs,

      1. Valdeir

        Acho que tudo isso é uma farsa. Tenho posts que estão bem posicionados (do quinto lugar para cima) e os Backlinks foram todos eu mesmo que criei. E TODOS, sem exceção são Backlinks em comentários de sites que não tem PAGERANK, NÃO SÃO AUTORIDADE EM NADA E MAIS OUTROS NÃOS E NADAS. A única coisa que talvez tenha relevancia é que alguns são sites que estão à um certo tempo no ar.
        Lembrando que meu site não tem 3 meses no ar! Creio que para o Google o que vale são apenas BackLinks, com tanto que as pessoas clique neles, não importa a quantidade. Acho que já estará valendo. Ah, e todos esse BackLinks vem da plataforma Blogspot!

  19. Márcio

    Simplesmente incrível o conteudo que você compartilha .

    Parabéns Byong .

  20. Alexandre

    Olá Byong;

    Pelo que vejo, a sua estratégia de rentabilização online consiste em criar vários minisites e ranquea-los na 1º página do Google, mas não tem medo que o Google mude seu algoritmo radicalmente e todos os seus sites comecem a despencar, jogando seu trabalho todo fora de uma só vez?

    abraços

    1. Ale

      concordo…
      seo é como depender do Facebook…. não é sustentável…
      já um blog que possui conteúdos bacanas possui leitores fieis e mesmo despencando do google continuará recebendo visitas….

      posicionamento e conteúdo é importante sim
      do que adianta estar em primeiro do google com um site que não passa credibilidade e nem relevância pro leitor, só pro buscador?

      1. Marc

        Logicamente que “conteudo de qualidade” SEMPRE será importante para os seus leitores, o que o Byong e outros experts em SEO dizem e provam é que não é tãoo relevante voce escrever sites bacanas com textos longos e ótimo conteúdo achando que com isso o Google vai colocar o mesmo num pedestal e rankeá-lo na primeira página.

  21. Marcelo

    Pensei: O cara deve ter ganhado muita grana e agora ta torrando tudo com viagens, bebidas e mulheres.
    Largou de mão desse negócio de SEO.
    Mas aí ele reaparece com mais um texto bacana.

    Congratulações.

  22. Daniel

    Parabéns Byong! A cada artigo seu eu tenho aprendido bastante, já tenho aplicado algumas técnicas de SEO através dos seu artigos e tenho tido resultado no ranqueamento do meu blog, que pena que não tive condição de comprar o seu curso MUNDO Y PLATINUM, espero que quando você reabrir as vagas novamente eu consiga compra-lo.

  23. Bruno Roberto

    concordo plenamente com colocação que do byong, a questão é os famosos “gurus” não sabem fazer o dinheiro trabalhar para eles, ou seja, criam plataformas totalmentes manuais e trabalhosas, com estratégia de postagem em facebook, cansativas e chatas, marketing de conteúdo, “publique todos os dias e blá, blá, blá, ou vídeos…., o que o byong ensina, é a regra 1º nos investimento “fazer o dinheiro trabalhar para você e não o contrário” claro. o estão ensinando é questão de lógica se eu tenho um canal no YouTube e esse canal toma todo o meu tempo tenho que postar diariamente conteúdo de qualidade para atrair alguma audiência, claro que um dia terei pessoas interessadas naquilo que falo, todavia fiquei escravo do meu próprio projeto, o byong corriga se eu estiver errado, projeto de sucesso e quando você passa 5 meses sem postar e quando posta, já tem quantidade de interação dessa e comentários relevantes. o exemplo dos vídeos que você faz no YouTube de um produto específico e deixa pra lá, e mesmo assim continua fazendo alguma venda, isso sim é projeto de sucesso, não precisa você ficar hora trabalho para conseguir audiência, e postando “conteúdo de qualidade”. Mais uma vez parabéns!!

  24. José Luiz

    Bom Dia !
    Gostaria de saber quado vai disponibilizar um curso de seo ? Faz pouco tempo que sigo o Mundo Y.

  25. Gustavo

    Isso é uma verdade!! Eu mesmo tenho conteúdos bons (Não tão bons assim – ao menos no quesito, quantidade de informação) que estão a frente de portais que possuem uma enorme interação… Tenho minhas conclusões é claro… mas estou para dizer que existem algumas coisas que são inexplicáveis… (Ao menos até o presente momento…) Mas também estou constantemente fazendo testes e descobrindo situações muito curiosas…!

  26. Carlos Vieira

    Olá Byong, concordo com o ponto de vista que você expõe nesse artigo. Mas como você também sabe existem muitos fatores que influenciam o posicionamento, e sem saber quais os sites que você refere nos exemplos que deu fica difícil tirar uma conclusão definitiva.

    O 1º exemplo é um mau exemplo porque a keyword não tem concorrência “Exact Phrase Count” é zero. Já a segunda tem um volume de pesquisas interessante e uma concorrência média. Mas se esse artigo pertence a um site com muita autoridade então ele vai rankear na frente de muitos artigos de elevada qualidade e com muitas palavras, etc. etc. O mesmo para o 3º exemplo.

    A questão é que para para conseguir autoridade um site tem que ter conteúdo de qualidade.

    Você consegue me dar um exemplo de um site sem autoridade (sem qualidade), que está rankeando alto para uma keyword com concorrência média? (já não falando em concorrência elevada)

  27. Seu Madruga

    Realmente o conteúdo pode não ser importante para rankear… mas para converter é importante hehe
    afinal, se vc entra em um site feio pra caramba sem conteúdo nenhum e fotos toscas acaba tirando a credibilidade da empresa e assim a pessoa resolve ir pra outro site…

  28. mestre dos sites

    Olha, na real eu concordo com quase tudo no texto. Mas há um porém, ja tive exemplos de sites meus onde eu apenas postei o texto e joguei no facebook, não patrocinei e nem nada, e o conteúdo que era muito bom, e a ver com meu publico, viralizou sozinho.Bom , as pessoas simples saíram espalhando, linkando e etc. o site que tinha 28-35k de visitas mensais, saltou pra 220k nesse mês, sozinho, simplesmente o conteúdo era bom.
    Resumindo:
    – Conteudo de qualidade sozinho faz milagre? Não, talvez uma vez na vida você de sorte.
    – o certo é postar,fazer BH, linkar adoidado e dane-se conteúdo ruim e acabou? Se sua ideia é ganhar no longo prazo sim, mas a chance de tomar uma nabada do google é grande

    Eu particularmente, prefiro apostar em conteúdo legal + sinais sociais + LB de leve

  29. mestre dos sites

    E uma coisa que ninguém diz mas é importante:

    site seu com adsense é uma coisa, e um site de um cliente/ marca/empresa é outra, que tem “loucuras” que você pode fazer no seu site, pois se cair/levar punição o problema é só seu, “tudo bem”, mas jamais poderá fazer em cliente.(ou pelo menos não deveria).Por isso os gurus não vão ensinar essas malandragens, senão queima o mercado, site de cliente não da pra fazer doideira, se o cliente leva punição e não recuperar faz o que?

  30. Valdeir

    Veja só que interessante… Estou trabalhando com SEO já fazem uns 5 meses. Quando comecei passava horas criando o tal “conteúdo de qualidade” e depois postava e não via meu querido e saudoso post depois da página 15 no Google.
    Realmente para mim foi desmotivador, pois passava horas e horas escrevendo para… Ranquear nas piores posições possíveis! E hoje depois de começar a chutar a pau da barraca, ir totalmente contra as “regras” do Google, faço um simples post e após indexar ranqueia na segunda ou terceira página do Google. Somente com ON SITE. E olha que eu as vezes nem preencho todos os requisitos para um otimização perfeita, e nas grande parte as vezes não chega nem à 300 letras. Mas… mesmo assim ranqueia! Muito interessante isso!
    Quer ranquear no Google? Simples… Vá contra as “regras” esqueça tudo o que vc já ouviu, a verdade é que tudo isso não passa de um bloqueio para de impedir do sucesso. Isso foi o que eu aprendi!
    O único que eu conheço e que passa a verdade para seus leitores e alunos é o Byong! E olha que nem estou participando do curso dele.

  31. Artur

    Boa tarde, brother!

    Valeu pelo post, já tinha ouvido falar que muita coisa que se vê por aí sobre SEO é mito.
    Agora estou indo rumo à confirmação, hehe.

    Mas, como esses sites têm pouco ou nenhum conteúdo, quais foram os possíveis fatores de bom ranqueamento?
    Fiquei curioso quanto a isso.

    Valeu!

  32. Claudimar

    cara se é foda mesmo. Como os consultores que vendem a idéia de conteúdo para posicionar vão sair dessa agora frente a seus clientes? rsrsrsrsr
    Parabéns pela matéria.

  33. jose

    eu postei um video que baixei do youtube e subi de novo no uolmais e está na 8ª posição da primeira pagina do google e os “entendidos” dizem que videos de terceiros nao sobem na 1ª pagina

  34. samuel santos

    Entao quer dizer que o mais importante para o ranqueamento é o link ? Nossa minha cabeça esta a mil agora rs

  35. Alceu

    Byong o que você diz sobre comprar backlinks?

  36. Branca Fonseca

    Boa Tarde Byong,

    Desde que conheci seu blog já virei sua fã. Os seus artigos são incríveis e não tem nada parecido na internet. Pelo menos eu ainda não vi. Eu fiquei bastante triste por não ter conseguido entrar nessa turma de SEO, quando descobri já haviam fechado as inscrições. Como vi que só abrirá nova turma em 2016, gostaria que indicasse algum livro sobre SEO para que possa me familiarizar com o assunto. Sou completamente leiga. O livro Arte de Seo da Novatec é recomendado? Por enquanto, agradeço.

    Um grande abraço e muito sucesso!!!
    Branca Fonseca

  37. Denilson Andrade

    Olá, Byong!
    Antes de tudo quero parabeniza-lo pelos artigos, suas dicas e sacadas que sempre nos ajudam.
    Bem, conheço o seu site O Poder da Natureza e lógico nenhuma surpresa encontra-lo na primeira página do Google sabendo que é você o mentor. Mas cara, existe logo abaixo uma mensagem dizendo que o seu site pode ter sido invadido e com certeza isso assusta a muitos ( Não é o meu caso) Rsss.
    Fiz uma leiga analise do seu site ( Gostou do leiga?) e vi que há vários links de afiliados camuflados, mas sem a fomosa rel=”nofollow”. Minhas perguntas são: Você deu mancada? O blog foi invadido? Ou é pura perseguição do Google?
    A minha participação tem um teor irônico, mas agora falando sério. Por qual motivo aparece essa mensagem?
    Obrigado!

  38. Valter Ribeiro

    Logicamente conteúdo não é o principal fator de ranqueamento. Se o site satisfizer os outros quesitos de posicionamento, não é a falta de conteúdo que vai impedir a boa posição.
    Agora, digamos que em uma hipotética situação na qual duas paginas tivessem exatamente o mesmo nível de otimização (impossível), a com mais conteúdo ficaria na frente.
    Mas você está certo, o pessoal vende muita informação infundada.
    Parabéns pelo blog, já li inteiro umas duas vezes.
    PS: Como o site do pudim tem mais de 8500 links kkkk?

  39. Josi

    Olá Byong, realmente como escreveu no artigo, conteúdo não é tudo para ranquear no Google. E lendo todos os comentários notei um que diz uma observação importante. Se meu site tivesse única e exclusivamente a imagem de um bolo de chocolate e muitos bscklinks eu conseguiria ganhar dinheiro com Adsense,ou qualquer outro que pagasse por visualizações ou cliques.

    Mas, dificilmente este site na primeira página me convenceria comprar um curso.

    Se entendi bem, seu conceito define bem sua área de atuação que é SEO, gostei muito de seu artigo tira a neura do conteúdo Rei, e foca em posicionamento.

    Obrigada pelo esclarecimento.

  40. Anderson Ferro

    Olá Byong Kang, tudo bem?

    Gostaria de saber qual o melhor Plugin de SEP para WordPress que você usa, e se você poderia nos passar o nome dele?

    Abs!
    Anderson Ferro

  41. FABRICIO

    Ranquear sem conteúdo é fácil, o difícil é monetizar sites assim por falta do engajamento do conteúdo. O próprio Adsense não duraria 3 meses nesses sites.

  42. Tulio

    Olá amigo, gostaria de saber se Alejandro S****** é aluno seu do curso ou se você tem parceria com ele em outro site. Grato.

  43. Jefferson

    Byong, gostaria de saber quanto você cobra (ou pretende cobrar) para dar uma consultoria em SEO.
    Pergunto isso pois fiquei curioso com a possibilidade em também trabalhar fazendo consultorias, pois tenho um bom conhecimento em SEO.
    Por favor, me fale em R$, pois muitos sites falam que o preço da consultoria em SEO depende muito … e bla..bla…bla… quero saber um média real.

  44. Nuvem Dourada

    Concordo plenamente com você Byong.

    Lembro me à meses que ranqueava só com imagens e sem conteúdo nas primeiras páginas do Google.

    Ainda hoje é possível provar isso e você mostrou as provas.

    Muitos caem na armadilha de que para ranquear no Google, conteúdo do seu site tem que ser o melhor do mundo hehe. Mas isso tudo não passa de uma mentalidade que o Google pretende impor nas cabeças dos blogueiros.

    Links, Links, Links tem muito a ver com posicionamento no Google. Podemos dizer que é fator principal.

    Forte Abraco

    Kelvon Roy
    Site: nuvemdourada.com

  45. Roberto

    E aí Byong tudo bem?
    Excelente post… Pois é, tanto esse post quanto aquele “qual estratégia você deve escolher no marketing digital” em que você opta por SEO, me reforçou o que vou falar aqui… Você começou em 2013? Pegou as atualizações? Eu acho que hoje, depender do Google usando SEO para conseguir tráfego é EXTREMAMENTE arriscado… A Google dependência criou e continua a criar uma verdadeira paranóia no mercado com essa atualizações… A tal ponto que sempre ouço pessoas com alto grau de conhecimento em SEO, falando: Se fizer tal coisa no site, o “googlezinho” te ferra, se colocar muito anúncio acima da dobra o googlezinho não gosta e por aí, vai… Em minha opinião, se há uma verdade em SEO esta é ninguém, absolutamente ninguém, conhece o que se passa nas cabeças pensantes da Empresa… Apesar de ter um robô, são pessoas que estão por trás dele… As atualizações são constantes e recorrentes… Sites na primeira página vão para a “trigésima posição” depois dessas atualizações pegando todo mundo de calça curta, mesmo quem é especialista… Isso será uma certeza enquanto o SR. Google mantiver o monopólio de buscas intacto no mundo da internet. As atualizações pegaram todos… Até mesmo os experts… Depois de panda e pingüim, foram em cima das PBNS. Teve um cara estrangeiro super fera em SEO, do nipe daquelas pessoas que você diz nesse site, que tinha mais 400 sites em sua rede… com conteúdo bom e tudo…E depois desta última atualização em PBNS viu sua rede “desindexada” em 40%. Como está hoje, não sei, mas quase perdeu seu negócio inteiro… Sabe a mais nova gracinha que o googlezinho está fazendo? Você mexe com adsense? Recebi essa mensagem no adsense: “O fato de o site ser ou não otimizado para dispositivos móveis agora é levado em consideração para a classificação na Pesquisa do Google”…
    Então, para mim isso provou também mais uma vez, que depender de SEO e a excessiva Google dependência para conseguir tráfego é talvez o maior risco para um negócio online… Vou terminar esse comentário, que mais parece um post… Os meus sites dependem hoje de 90% do tráfego do Google… Até o ano que vem, quero reduzir essa dependência para menos de 40%.
    Abraço.

  46. Mario

    Olá Byong este seu site Mundoy você comprou usado em 2013 ou você já tinha ele desde 2002? No início este site parece que era sobre música e se eu não me engano o título era “Mundoy Momentos Reticentes.”

  47. InfoProdutos Dominado

    Só uma perguntinha bem básica:

    Quantos sites como pudim estão na primeira página do google para palavras que convertem em vendas?
    Quantos sites de qualidade estão na primeira página do google para palavras que convertem em vendas?

    Obrigado… 🙂

  48. Susana Bittencourt

    Byong meu camarada, olha só como SEO é uma coisa de louco: para o temo “Ganhar dinheiro na internet” o primeiro site que aparece nos resultados orgânicos repete esta palavra chave no post 89 vezes. OITENTA E NOVE VEZES!

    Mas isto aí não é keyword stuffing ??? uma relíquia do passado ? O poderoso algoritmo do Google não interpreta isso como excesso de otimização ? Pois é… parece que SEO não é mesmo uma ciência exata.

  49. Renan Dias

    Cara, na verdade eu creio que a unica possibilidade do Google tirar as conclusões sobre a “Qualidade” dos conteúdos, é pela quantidade de cliques que o anúncio tem, ou seja, quanto mais cliques um determinado anuncio tem, supostamente mais qualidade teria, começando por uma headline atraente etc. E um algoritmo pode sim avaliar a quantidade de cliques que um anuncio tem ao ser listado na busca. Não sei, mas com o AdWords é nessa linha que medem a qualidade dos anúncios pelo que andei lendo sobre.

    Gostei muito da tua maneira de escrever!!
    Me cadastrei para receber seus e-mails!!

    Abraço Kang!
    Até +

    Att,
    Renan Dias

  50. Igor

    Digtem ai : camisetas personalizadas…. Temcum tal de pereirashop em quinto lugar. O cara tem 50 palavras na pagina, nao tem nem a key na url, que nem eh amigavel : pereirashop.com.br/prod8485758 affffff

  51. Elias

    Olá Byong, você comprou o domínio de seu blog Mundoy do zero ou foi de segunda mão, tipo em leilão. Obrigado, abraço

  52. Rodrigo

    Caro amigo Byong, depois que você lançou o seu curso, pipocou “entendidos” em Black Hat, conteúdos formidáveis de graça e ensina tudo sobre o assunto. Ex. Alejandro, Grecco, etc. Tá todo mundo querendo ganhar sobre as informações de seu curso. O que você prevê sobre o futuro do Black Hat no Brasil? Vai haver briga de faca para as primeiras posições nos principais nichos? Por outro lado sinto uma ligeira “revolta” dos que praticam o White Hat e que irão de alguma forma sabotar os praticantes do BH como fazendo spams para os site BH e ainda denunciando ao Google. Você ainda pensa em lançar o seu curso no ano que vem? Muita gente não sabia que o seu curso era de BH…Saudações!

  53. Robson

    Olá Byondg tudo bom? Poderia me explicar por que a saúde deste seu blog está tão baixo com TF de apenas 2? É problema de spans ou outra causa? valeu!

  54. Marcelo Lynx

    Pergunta que não quer calar…. Onde está o Byong rs

  55. João Carlos

    Quer ficar mais revoltado ainda……..então entrem no ramo de seguro ou plano de saude…….ali sim voce verão os verdadeiros absurdos

  56. Jordão Felix

    O site Pudim tem 18.000 (dezoito mil) links externos apontando para ele de impressionantes 703 domínios diferentes. Por esses motivos ele está entre os 50 sites “.com.br” mais bem ranqueados.

    Backlinks ai esta o segredo! =D

    Abs.

  57. André Gurgel

    Gostei do comentário do Jordão Félix! Explicou o real motivo pelo qual o site “pudim” está nas primeiras posições.
    Na data de hoje, esses sites não figuram mais entre os primeiros!
    Mas mesmo assim gostei do artigo.

  58. Carla

    Olá atuo sobre a área adulta a mais de 10 anos e o mesmo acontece comigo. O último site que criei gastei meses otimizando todo o código como fazendo técnicas malucas como postar todos os dias o site tem mais de 6 meses no ar e até hoje apesar de uma boa quantidade de urls indexadas a quantidade de visita orgânica que recebo por dia é quase nada.

    Fico triste de ver que o GOOGLE é a maior farsa uma vez contada!

  59. Fernando

    Trabalho com search engine evaluation para o motor de pesquisa em questão. Uma de nossas tarefas é avaliar a qualidade de páginas (escala desde lowest até highest) e também a utilidade do resultado em relação à query (escala de failmeet até fullymeet). Meus comentários quanto aos três sites:

    ## O site do pudim não seria considerado um conteúdo de baixa qualidade, porque a qualidade deve refletir o real propósito da página. Este site viralizou e hoje em dia é visto com o propósito de providenciar uma imagem cômica, de forma semelhante à este site: ‘http://www.omnomnomnom.com/. Portanto o site do pudim possuiria avaliação de qualidade média. Quanto à utilidade para a query pudim seria medium meet, pelo fato de ter viralizado.

    ## Quanto ao site da escavadeira, não consegui encontrar ele, mas a qualidade deles é de lowest à low. Porém ele se posicionou bem por que a query era um tanto quanto específica. Quanto à utilidade é de fail meet à slightly meet.

    ## Quanto ao site do buffet infatil, não existe absolutamente nada de errado em ele ser feito em Flash. Ele possui todos os atributos de uma página de boa qualidade (contato, sobre, etc). Além disso o site possui uma alta autoridade por ser o site oficial da empresa, portanto a qualidade pode chegar à high. Quanto à utilidade seria um medium.

Comments are closed.