A semelhança entre Wall Street e SEO

By | February 15, 2014

Às vezes, fico pensando o que os outros podem achar de mim, um zé ninguém com menos de 2 anos de experiência em internet marketing e SEO que ousa:

1) Contrariar pessoas renomadas que trabalham há muitos anos neste mercado;

2) Não ouvir e nem acompanhar o Matt Cutts, considerado por muitos experts uma ótima fonte  para obter dicas sobre SEO (yeah, right!);

3) Não ligar para o que a poderosa Moz tem a dizer sobre SEO.

No mínimo, devem me achar um completo maluco ou apenas um amador rebelde querendo chamar a atenção! 😛

 

Enquanto isso, no mundo de Wall Street…

Bolsa de Valores de Nova York

Você conhece o investidor bilionário Warren Buffett?

Ele é conhecido pela sua humildade, generosidade (doou quase toda a fortuna para a caridade) e por manter um estilo de vida muito simples, sem ostentar todos os luxos que poderia ter.

Além disso, existe uma outra característica que marcou a sua trajetória de sucesso: ao invés de se misturar no ambiente de Wall Street, o maior centro financeiro do mundo, ele preferiu sediar a sua empresa de investimentos longe da “festa”, na cidade de Omaha em Nebraska (EUA).

Para muitas pessoas, isso era incompreensível porque Wall Street é a sede de muitos bancos de investimento renomados e, em tese, as informações que giram por lá são as mais atualizadas para tomar as melhores decisões de compra e venda de ações.

A explicação de Warren Bufett para tal atitude foi a seguinte:

“É muito mais fácil pensar de maneira clara por aqui (Omaha). Você não é perturbado por fatores irrelevantes que surgem toda hora e pelo excesso de barulho típico do negócio de investimentos”.

 

E o que isso tem a ver com SEO?

Boatos de SEOTUDO!

Dentro do nicho de internet marketing, o assunto que mais gera especulações é SEO porque, com exceção de alguns poucos funcionários do Google, ninguém conhece os mínimos detalhes do algoritmo.

Muitos “experts” ainda acreditam que um funcionário e acionista do Google (Matt Cutts) vai ensinar como rankear um site, sendo que o Adwords é a principal fonte de receita da empresa (aliás, veja este artigo para saber o que eles andam fazendo com tanto dinheiro).

Outros leem artigos na Moz e já acham que aquilo é uma verdade cravada na pedra e espalham como se fosse a melhor dica de SEO (pense com cuidado no modelo de negócio da Moz e você vai entender o real interesse deles).

O restante, apenas segue estas pessoas e repete a mesma informação, mas com outras palavras.

Os leigos, que são a grande maioria, encontram estas informações repetidas em várias fontes diferentes e acreditam que são confiáveis, afinal, se todo mundo está falando aquilo, deve ser verdade.

Bem-vindo à Wall Street!

 

Dizem que os backlinks de comentários são ruins

Há pouco tempo, resolvi olhar algumas fontes que falam sobre SEO para saber que tipo de informação andam divulgando aqui no Brasil e acabei encontrando uma dica que me chamou a atenção.

A recomendação era para evitar backlinks de comentários porque eram considerados de má qualidade pelo Google e poderiam gerar uma penalização do seu site.

Confesso que fiquei surpreso ao ouvir isso porque o que mais vejo nas primeiras posições do Google são sites e blogs com milhares de backlinks vindos de comentários (não estou dizendo que eles são os responsáveis pelo bom posicionamento).

Eu mesmo tenho um site que está na 1º posição do Google com backlinks de comentários:

Exemplo - Backlinks de comentarios

Nota 1: Escondi os domínios para o pessoal não fazer spam! 😉

Nota 2: Fazendo o keyword research corretamente, é possível rankear com pouquíssimos backlinks.

 

Se eles fossem tão ruins, este site sequer conseguiria atingir e manter a posição atual há meses (lembrando que o Google reformulou o algoritmo recentemente).

Seguindo a mesma lógica, a verdade é que não sobraria nenhum site no Google porque a grande maioria tem muitos backlinks desse tipo.

Então, a recomendação desse expert está errada?

Diria que a explicação foi incompleta e faltou uma peça importante do quebra-cabeça que faz total diferença no contexto.

Para entender melhor, vamos sair um pouco do barulho e pensar com mais clareza.

 

Saindo de Wall Street…

Agora que estamos em um ambiente mais calmo e silencioso, pense comigo:

Se você fosse um Googler, quais critérios faria sentido levar em consideração para avaliar a qualidade de um backlink?

As variáveis que temos à disposição são: dofollow, nofollow, PageRank (PR), backlink, keyword, domain authority e sei lá mais quantas o Google tem no algoritmo.

Não se preocupe se você não conhecer todos os termos porque no Guia do Iniciante pretendo criar um glossário com a explicação de cada um.

O bom senso diz que um backlink de extrema qualidade teria as seguintes características:

1) Dofollow

2) Página com PR alto e/ou backlinks de qualidade;

3) Domínio com autoridade;

4) Relevante ao conteúdo;

5) Poucos links externos (outbound links).

Este é um dos melhores backlinks que alguém pode ter.

 

Agora, qual a maneira mais fácil do Google identificar um backlink de má qualidade? Existem 3 características bem intuitivas:

1) Sem PR e/ou backlinks de qualidade;

2) Domínio com baixa ou nenhuma autoridade;

3) Excesso de links externos.

Faz sentido, certo?

Este é um dos piores backlinks que alguém pode ter.

 

Entendendo isso, você tem condições de avaliar com mais calma a recomendação que foi dada anteriormente:

Um backlink de comentário, por si só, é necessariamente algo ruim?

A resposta é NÃO!

Em quais condições ele não é ruim?

Se este comentário estiver em uma página com PR alto e em um domínio com bastante autoridade, ele tem qualidade mesmo que seja nofollow.

Caso o comentário esteja em uma página que não atende aos critérios de qualidade, aí sim podemos dizer que é um backlink ruim.

Veja que a definição de bom ou ruim não depende do tipo do backlink (comentário, fórum, sidebar etc), e sim da “propriedade” onde ele está inserido.

É importante esclarecer que, dependendo do nicho, você não vai alcançar as primeiras posições apenas com backlinks de comentários porque não são os mais fortes, mas eles tem sim alguma contribuição e ajudam também para o seu site ter um perfil de backlinks mais natural.

Por outro lado, há sim nichos em que a concorrência é tão baixa que isto já será o suficiente para ganhar uma boa posição.

Para ver o PageRank de um site ou página, eu uso um aplicativo do Chrome chamado PageRank Status.

Basta seguir as instruções de instalação e depois disso, aparecerá um ícone com o valor do PageRank no canto direito (destacado em vermelho):

UOL PageRank

Se você clicar em cima do ícone, aparecerá outros dados:

UOL PageRank Detalhes

No exemplo de um dos meus sites, repare que deixei de propósito um domínio visível (ig.com.br) e é com esta dica que queria finalizar este post.

Como conseguir backlinks de comentários em páginas com PR alto e domínios de altíssima autoridade?

Comente em artigos antigos de blogs do UOL, Globo, iG e outros sites de grande audiência! 

Além dos seus domínios terem PR altíssimo, vários artigos antigos já agregaram algum PR também.

A única maneira de você ser penalizado com esses backlinks é abusando da otimização ao colocar a sua keyword em todos os comentários. Tirando isso, eles são bem seguros!

Nem todos permitem que você coloque o link do seu site, mas fazendo uma boa busca, irá encontrar verdadeiras minas de ouro! 😉

E é claro: NÃO faça spam! Deixe um comentário minimamente decente!

 

 

Imagem: Arquivo pessoal, freedigitalphotos.net

 

Author: Byong Kang

Engenheiro químico fajuto, ex-bancário estressado e atual empreendedor digital vivendo o estilo de vida que sempre quis!

42 thoughts on “A semelhança entre Wall Street e SEO

  1. Eduardo Felix

    Obrigado pelo excelente material que disponibiliza Byong. Você faz meu estilo de transparência e sem seguir a maré. Estou buscando conhecimentos como os seus para tornar meus negócios na web automáticos e sustentáveis a longo prazo. Abraço.
    Eduardo Felix

  2. Erico Cavalcanti

    A cada post que leio no seu blog percebo que tenho muito o que aprender ainda!
    Me sinto lendo livros em inglês há uns 5 anos atrás, grifando palavras e procurando o significado em dicionário. Só nesse post copiei umas 15 palavras e joguei na busca do Google… kkkk… Tô firme na luta!

  3. William

    Fantástico artigo Byoung. Como sempre. 😉

    Cara, 2 perguntas a respeito disso

    Backlinks em sites internacionais com bom PR podem dar punição ou são permitidos?

    Os backlinks devem ser em sites com mesmo nicho que o seu?

    Estou perguntando pois é como disse, muita gente falando a mesma coisa, mas porque ouviu de fontes como Matt Cutts ou Moz.

    Vlw cara. 😉

    1. Byong Kang Post author

      O idioma do site não importa, PR em um site americano é o mesmo PR em um site português! É claro que se fosse português com o conteúdo relevante ao seu site seria melhor, mas continua sendo bom.

      Abraço!

  4. William

    Outras perguntas.

    Digamos que você já tem os blogs pra realizar os comentários, tem alguma quantidade diária ou mensal permitida nesse caso, ou podem ser feitos quantos quisermos?

    Os comentários em blogs o link é No follow. Você aconselha trabalhar Do Follow caso esses links sejam de autoridade como disse?

    1. Byong Kang Post author

      Não tenho nenhuma referência de quantidade, faço alguns por dia ou por semana e pronto. Use o bom senso!

      É raro encontrar comentário que seja dofollow. Você consegue dofollow por meio de guestpost, referência orgânica etc. Se algum blog de autoridade te aceitar para escrever artigos, será ótimo.

      1. William

        Obrigado pela resposta as questões acima 😉

        Outra coisa é, você citou grandes portais como IG e UOL por exemplo. Esses sites não tem espaço pra deixar o link do site, nesse caso como faz pra considerar o backlink?

        1. Byong Kang Post author

          Por isso que falei p/ procurar artigos antigos. Há alguns anos, tinha o campo p/ deixar o link. Foi assim que consegui um backlink do iG, por exemplo.

  5. Afonso

    Byong,

    Estou vendo alguns backlinks para o meu blog que tem 2 meses de vida e tenho uma dúvida:

    Eu tenho três sites que aceitam guest posts, porem 1 desses sites é PageRank 1 e os demias Pagerank 3, se no meu primeiro backlink eu conseguir Pagerank 3 o Google não vai desconfiar?

    PS: Isso porq ele pode entender que como um site “novo” consegue um link de qualidade.

    Você aconselha começar escalando, ou seja, começar a fazer backlinks com site pageRank 1 e só depois fazer um com pageank 3?

    Ah em relação ao artigo esta ótimo (como sempre), a cada artigo vc me surpreende! 😀

    Abraço!

    1. Byong Kang Post author

      Olá Afonso!

      Não tem problema, o algoritmo do Google não está configurado p/ desconfiar de backlinks com PR mais alto p/ sites novos. Isto poderia sim acontecer naturalmente, por exemplo, você é dono de um site PR3 e linka p/ seu site novo.

      Isto não é crime! hehe.

      Abraço!

  6. Gabriel Monegatto

    Fala Byong!

    Novamente, muito bom o artigo.

    Concordo plenamente, o que mais tem hoje é foco em informações irrelevantes.

    Quanto ao SEO, é um verdadeiro circo mambembe. Todo mundo é especialista e conteúdo de qualidade é o maior fator de rankeamento.

    O robô do google deve ser o homem bicentenário então, para avaliar o conteúdo que é publicado.

    vlw!

  7. Édipo

    Cara a primeira vez que vi vc foi no site do Empreendedor-Digital to muito surpreso com seus resultados tbm to começando na área de SEO vou acompanha você por aqui site show de bola com informações de ouro parabéns pelo trabalho ..

  8. Denilson

    Olá, Byong Kang

    O seu blog realmente, tem transmitido informações bastante relevantes e que podem melhorar bastante o rankeamento.

    Parabéns.

  9. Marcos

    Até que índice no Page Rank Status é considerado baixo?

    1. Byong Kang Post author

      Até PR2 é baixo, PR3 é médio e a partir de PR4 é considerado alto.

  10. Filipe

    Ola Byong!

    Sou um admirador do seu trabalho! um cara gente boa sempre responde meus e-mails ! faz um mês que inicie na area de SEO mais acho que comecei do melhor jeito!

    Valeu pelas dicas

  11. Jota

    Valeu Biong
    Voce é o mister M do internet marketing.
    Voce passa confiança.
    Obrigado

  12. Victor Lima

    Olá byong! artigo fenomenal! meus parabéns, vc é referência em SEO!

    Tenho uma dúvida…

    Os backlinks tem que em sites com mesmo nicho que o seu? ou pode ser com outro nicho?
    ou o mesmo perto possível? exemplo: Meu site fala sobre emagrecer, posso fazer esta estratégia para um site grande sobre saúde?

    No aguardo! obrigado!

    1. Byong Kang Post author

      Olá Victor!

      O ideal é que os backlinks estejam em sites relevantes, mas isto não significa que sejam ruins se vierem de sites não relevantes. O mais importante é o site ter autoridade.

      Abraço!

  13. Victor Lima

    Byong, eu tenho uma dúvida… o link do meu site tem que ser no espaço para colocar o meu website? ou eu posso colocar o link do meu site no espaço do comentário?

    1. Byong Kang Post author

      Geralmente, os administradores não costumam aprovar comentários com links no meio, parece muito spam. Eu mesmo não aprovo.

      Coloque no espaço para colocar o site e estará “seguro”.

      Abraço!

  14. Natanael Wildner

    Byong, descobri seu site hoje, e creio que foi verdadeiramente um “achado”! Parabéns!

    Tenho uma dúvida: Hoje é muito difícil conseguir links dofollow, por isso fiquei muito feliz ao ver seu comentário sobre os links nofollow. Mas que tipo de relevância o google dá para esses links? Até hoje pensei que se é “nofollow”, não vale nada! (não transfere pagerank, autoridade, nem coisa alguma).
    Que tipo de “pontuação” (se é que podemos chamar assim) um link nofollow pode transmitir para um site? Não entendi muito bem o quão relevante isso é.

    Sei que falar em termos quantitativos é difícil, mas como você também é engenheiro, talvez possa saciar essa minha sede de uma explicação numérica. Por exemplo, quão relevante é um link nofollow de um site com pagerank 6? Ter 100 links desse tipo seria tão bom quanto ter 50 links dofollow de pagerank 1? Grosseiramente e genericamente falando eu gostaria de alguma comparação, se possível.

    Grande abraço!

    1. Byong Kang Post author

      Olá Natanael!

      É muito difícil quantificar a “força” de links nofollow em um site. As únicas pessoas que podem falar isso com precisão são alguns poucos funcionários do Google! 😛

      Eu, pessoalmente, utilizo backlinks de comentários p/ criar um perfil natural de links no site e evitar excesso de otimização no anchor text. Nem todos os links tem o intuito de rankear! 😉

      Independentemente de ser dofollow ou nofollow, é sempre bom ter links vindo de fontes de autoridade. Prefiro um nofollow de um PR6 do que um dofollow de um site sem nenhuma autoridade. Mas isso é só intuição, não tenho nenhum dado concreto com essa comparação.

      Abraço!

  15. Patrick Bonometti

    Olá Byong,
    Após ler TODOS seus artigos em 2 dias, queria lhe fazer perguntas:
    – Poderia me passar alguns dos sites que considera os melhores?
    – Qual você acha mais importante: backlink externos ou internos?

    Obrigado!

    1. Byong Kang Post author

      Olá Patrick!

      Tanto os backlinks externos quanto internos são importantes. Se você não estruturar bem o site com os links internos, a força dos links externos será limitada.

      É como se você tivesse um bom motor e p/ usar toda a potência, é importante colocar um bom combustível.

      Quanto aos sites p/ comentar, procure blogs de grandes portais que permitem o comentário com o campo de website. Tem em blogs da Folha, UOL etc.

      Abraço!

  16. Filipe

    Byong aproveitando os comentarios, quando se fala de backlinks internos , seria a linkagem interna de paginas do seu site ? ou backlink para outras paginas mesmo ?

    1. Byong Kang Post author

      Olá Filipe!

      Links internos ou linkagem interna são a mesma coisa. São os links que você cria dentro do próprio site.

      Abraço!

  17. Natanael

    Olá Byong,

    Sobre a linkagem interna, há alguma diferença de relevância entre as palavras-chave que encontram-se no corpo do texto ou nos cabeçalhos (H1, H2, etc.)? Por exemplo, digamos que um site sobre futebol tivesse uma página interna com o título “Futebol Brasileiro” (H1), com subtítulo “Conheça o estilo de jogo do país do futebol” (H2), e texto:
    “Futebol é uma arte…etc.”
    Se a intenção fosse linkar para outra página interna, chamada “Futebol: definição” (H1), faria diferença, do ponto de vista de relevância, utilizar a palavra “futebol” do cabeçalho H1, H2 ou do corpo do texto? Um link de cabeçalho receberia um “peso” maior do que os demais links da página? (considerando apenas esse fator isolado). Fiquei curioso pois não observo esse tipo de link sendo utilizado por aí.

    Abraços!

    1. Byong Kang Post author

      Olá Natanael!

      Sim, se você linkar para uma página interna do seu próprio site com a palavra-chave no link, aparentemente, há um peso maior em termos de relevância (baseado na minha experiência).

      Porém, é importante tomar cuidado p/ não exagerar na otimização. Por exemplo, se todos as páginas do site linkarem exatamente com a palavra “futebol” e depois você construir backlinks p/ a mesma página também com a palavra “futebol”, pode ser considerado como excesso de otimização.

      Estes links também contam e é preciso ter cuidado.

      Abraço!

      1. Natanael

        Byong, desculpa mas não foi bem isso que eu perguntei. Quero saber se faz diferença essa palavra-chave estar dentro de uma tag (H2, por exemplo) ou não. No exemplo que mostrei, a palavra “futebol” encontra-se em 3 locais diferentes da página (H1, H2 e no corpo do texto). Faria diferença escolher algum deles em específico para servir de link?

        1. Byong Kang Post author

          Ahh tá! Bem, não posso falar com certeza se é melhor ou pior porque nunca fiz um teste. O que faço nos meus sites é sempre colocar a keyword no H1 e H2. Às vezes, p/ diversificar, coloca variações da keyword no H2 p/ ser mais conservador.

          Agora, criar link do H2 nunca fiz, então não sei te dizer se é bom ou não. Acho exagero.

          Abraço!

  18. Ivan

    Olá Byong,
    Sou leigo em SEO, então desculpe se estou sendo repetitivo ou se as dúvidas abaixo já foi respondida, mas vamos lá:
    1. Como saber realmente se um domínio possui autoridade? Algumas pessoas dizem que dá para se ter uma boa noção da autoridade de um domínio através do PR de sua página inicial, tipo: se a pag inicial tiver um PR alto (PR de 3 para cima), é um bom indício de que o domínio possui autoridade, isso procede?

    2. Se eu inserir um backlink de comentário em uma página que não tenha PR, mas a página inicial deste site tiver um PR 3 ou 4, esse backlink será relevante? há algum risco de ser punido por isso? tipo: se o conteúdo deste site(ou pagina deste site) não for referente ao meu nicho por exemplo, existe o risco de sofrer alguma punição?

    Obrigado pela atenção, seu blog é de altissima qualidade, parabéns!

  19. Ronaldo Souza

    Olá,

    Byong Kang, quero parabenizar pelo seu blog e também pelas dicas de extrema qualidade que tem passado. Tenho duas perguntas:

    – No campo do website, é melhor colocar a url da Home ou algum artigo do blog? Existe alguma diferença nisso?

    – Sobre a questão de backlinks, você acha que utilizar esses diretórios de artigos como agregadores de links, ajudam ou atrapalham no SEO? Pergunto porque eu parei de utilizar agregadores já faz um bom tempo, pela alta taxa de rejeição que meu blog tinha em relação a alguns agregadores e sem contar que a maioria das visitas não era de qualidade.

    Abraço

  20. Fabricio Rezende

    Olá byong! Parabêns!

    O que você acha da compra de domínios antigos com histórico de PageRank e backlinks, e dentro deste dominio criar artigos para linkar meus sites?

  21. Rodnei Silva

    Byong Kang, você só dá dicas matadoras.
    Parabéns pelo blog e obrigado pelas dicas.
    Abraço e sucesso
    Rodnei

  22. Rodolfo Noetzold de Oliveira

    Olá Byong, obrigado por mais este útil artigo.

    Cara, tenho uma dúvida quanto aos backlinks nos cometários do Disqus.

    Alguns dizem que é indexado pelo Google e outros dizem que não, o que você acha?

    Muitos dizem que é perda de tempo comentar neste sistema, se o objetivo for obter backlinks.

    Obrigado pela atenção.

    Rodolfo

  23. Barbara

    Oi, Byong!

    Duas dúvidas:

    1 – Além de comentários em blogs, você também tem uma PBN?

    2 – Quando um domínio tem um bom PR, por exemplo, PR-7, mas a URL do artigo onde você irá comentar tem um PR-n/a, ainda sim vale a pena deixar o comentário, ou só vale se o comentário estiver na página de PR-7?

    Obrigada,
    Bábara

  24. Fabio Menegaz

    Olá Byong! Mais um ótimo post, parabéns! Gostaria de uma opinião sua: a partir do momento em que se tem um site que faz parte de uma pbn, é aconselhável que dele saiam links para quantos outros sites? Abs!

Comments are closed.